INTRODUÇÃO Não é mistério que profissionais de áudio e músicos são bem diferentes de audiófilos, mas é engraçado que haja uma distinção muito evidente entre fones voltados para o mercado audiófilo e para o mercado profissional. Me parece que as exigências são diferentes, e estes
Uma das melhores definições que já li até hoje de audiofilia era que trata-se do reconhecimento de que a qualidade da reprodução afeta o aproveitamento da música. Concordo plenamente, mas é muito curioso perceber o quanto essa qualidade da reprodução é subjetiva. Consequentemente, existem diversas
Já que as últimas três avaliações foram de produtos fora do alcance da maioria das pessoas, vou variar um pouco e fazer uma avaliação mais pé-no-chão. E já que é para variar, vou fazer o que não faço há um bom tempo: um comparativo. Antes
Antes de qualquer coisa, quero agradecer imensamente ao meu amigo, uma pessoa de uma generosidade como já vi poucas vezes antes, por ter me proporcionado a incrível experiência de passar um mês com esse fone. INTRODUÇÃO Esse review trata do que é considerado por muitos
INTRODUÇÃO Existem basicamente três tipos de diafragma em fones full-size: dinâmicos, isodinâmicos (ortodinâmicos) e eletrostáticos. Expliquei de modo simplista as diferenças entre eles no meu artigo sobre especificações, mas o resumo é que os eletrostáticos são normalmente considerados os melhores fones em existência, por possuírem
AKG K1000
INTRODUÇÃO Essa deve ser a avaliação mais longa que já escrevi – em compensação, é a mais honesta. O AKG K1000 é um fone que ainda me divide, e vou dizer muita coisa que vai assustar alguns – mas esse texto é realmente sincero e só
Em equipamentos de áudio – tanto sistemas baseados em fones quanto baseados em caixas de som –, nada substitui a audição como forma de avaliação. Infelizmente, frequentemente não é possível ouvir equipamentos que nos interessam, e então ficamos sem parâmetros para julgar o que seria
Álbum: Weightless Artista: Animals as Leaders Gênero: Metal Gravadora: Prosthetic Records Lançamento: Novembro de 2011 Faixas de destaque: Odessa, Somnarium, New Eden e Weightless Esse post é sobre um CD que definitivamente foge da “norma audiófila”. Não é nem jazz, nem erudito, nem rock clássico e nem folk.
Faz um bom tempo que não atualizo o blog, e devo pedir desculpas por isso – afinal, a ideia era atualizar duas vezes por mês. Mas, estando na faculdade e tendo trabalhado por um tempo, fica complicado… Agora que estou de férias vou tentar me
1 13 14 15 16