Contato

Para sugestões, reclamações ou elogios sobre o site, ou se você é uma loja, distribuidor ou fabricante e deseja enviar algum produto para avaliação, favor enviar um e-mail para mindtheheadphone@gmail.com.

 

Atenção:

  • Para dúvidas sobre equipamentos, peço que seja usado o fórum ou então a seção de comentários de qualquer post. E-mails com perguntas sobre quais equipamentos comprar e outras do tipo não serão respondidos.
  • O MIND THE HEADPHONE é um site de avaliações. Ou seja, avalio equipamentos de som e, ocasionalmente, escrevo textos sobre assuntos que tangem o escopo do hobby. Não trabalho com vendas ou fabricação de fones de ouvido e acessórios.
  • italo torres

    olá, acompanho seu blog a pouco tempo mas acabei me tornando um leitor assíduo, já li review de até mais de 2 anos atras, mas não venho falar sobre isso. gostaria de saber se posso enviar um fone para avaliação sua para que possa fazer um review, trata-se do SHP80-ARCANO, um fone que tem uma proposta parecida com o Superlux h681, já vi muito falando bem dele, infelizmente passou um tempo indisponível no mercado e agora que voltou queria que uma pessoa com maior conhecimento o avalia-se e escreve-se algo para que futuras pessoas possam conhece-lo e ter informação sobre ele.

  • Newton Martins Vieira Filho

    Boa tarde. Tenho um fone 750i na garantia mas apresentou problema no microfone.. onde tem assistência para ele em São Paulo… Não encontro

    • Olá Newton,

      O que é 750i? Qual a marca? Vc deve pesquisar sobre assistência técnica na internet, no site da marca.

      Um abraço!

      • Newton Martins Vieira Filho

        Desculpe incomodar, 750i é um fone da RHA meu que deu defeito na garantia. Comprei na APPLE brasileira e não tem Assistencia no Brasil. Acredita que a APPLE me indicou voc s para o reparo na garantia? Mas já vi que a Apple esta me enrolando..

        • Sem problemas, Newton! Mas a Apple me indicou?? Como foi isso, o que eles disseram?

          Bem bizarro, esse é um site de avaliações! Não trabalho com vendas nem nada do tipo. Mas o que sei é que a RHA é uma marca pequena, escocesa se não me engano, e a chance de existir assistência técnica no Brasil é praticamente nula. Se a Apple revende a marca aqui, como é o caso, então é a própria que deveria se responsabilizar por, no mínimo, enviar o fone para a marca para reparos!

          Estou curioso quanto ao desenrolar dessa história, me mantenha informado! E boa sorte.

          Um abraço!

  • Leonardo Lúcio

    Olá Leonardo, boa tarde! Eu quero adquirir um fone de ouvido que custe até 500 reais, porém nessa faixa de preço existem milhares de modelos, então gostaria que me ajudasse nessa escolha, apesar de não saber se você tem experiência com fones de baixo custo, porém toda ajuda é super bem vinda, e agradeço desde já!
    Não tenho muita experiência com fones, usei poucos, porém já sei que prefiro os over-ear, por serem mais confortáveis e não machucar as orelhas. Quanto a ser aberto ou fechado não tenho muita opinião, e a última ressalva é que gosto de graves, e gostaria de nota-los quando estiver ouvindo minhas músicas, que no geral é rock, sertanejo, eletronica. Obrigado desde já! 😉

    • Olá Leonardo,

      Dê uma olhada no AKG K240 MKII. Acho que ele pode te atender.

      Um abraço!

      • Leonardo Lúcio

        Obrigado pela indicação.

  • lincoln souza lopes

    Olá, o Headphone DTX910 da Beyerdynamic é uma boa opção escutar musicas num valor de 440 reais

    • Olá Lincoln,

      Te respondi num outro comentário – procure postar um só, já que recebo notificações por e-mail e sempre vou responder.

      Um abraço!

  • Rafael Andrade

    Leonardo, tudo bem?

    Não me lembro se foi no fórum, site ou no manual. Mas lembro que você fez um comentário sobre os fones da Edifier. Você se lembra aonde foi?
    Aproveitando… de forma resumida, o que acha dos produtos da marca? Já testou alguma coisa? Sempre vejo os auto-falantes em lojas de informática, e os preços sempre são agradáveis.
    Abraço.

    • Olá Rafael,

      Já falei em algumas situações, inclusive no Guia MTH. São bem legais sim, principalmente o H840, que me pareceu um fone bem equilibrado para sua faixa de preço. O H850 é muito mais bem construído, mas menos natural.

      Um abraço!

  • Lucas Foss

    Boa tarde Leonardo, tudo bem!?

    Vou comprar um headphone, no momento nada top de linha, ou seja, investimento na casa dos R$ 300. Vou investir em um melhor quando comprar no exterior. O que eu preciso no momento…

    Em primeiro lugar: Isolamento. O motivo principal é para meus estudos, moro em um local com muito barulho. Na verdade é isto que me obriga a comprá-lo.

    Em segundo lugar: Qualidade do som, mas sem exigências, devido ao baixo investimento. Neste caso é custo x beníficio mesmo. Escuto prioritariamente rock e acusticas. Não sou audiófilo, mas baixo músicas em FLAC, gosto de uma experiência sonora com melhor nível possível.

    Conforto, também, afinal vou utilizá-lo por horas seguidas. Fiz algumas pesquisas e em princípio havia selecionado:

    JBL Synchros E40 BT – R$ 299,90 (Já li sua avaliação).
    Audio-Technica ATH-WS33X – R$ 239,40.
    Audio-Technica ATH-AX3 – R$ 260,00
    Sennheiser HD 201 – R$ 299,00

    O que tu me sugeres entre estas ou além destas?

    Desde já, agradeço a atenção.
    Abraço!

  • Julio Cesar

    Olá Leandro! Uso os earpods da apple, gosto de sua qualidade sonora, os graves não são exagerados nem são razoáveis, mas seu formato incomoda depois de um certo tempo de uso. Por isso queria um fone ao estilo supla-auricular, de preferência over ear, que tenha bom isolamento e boa qualidade de áudio, até 300 reais! Achei o JBL E40BT por esse preço (300,00), fico em duvida sobre sua qualidade e o isolamento, já que ele não é over ear! Obrigado!

  • Flávio Campos Silva

    Boa tarde, Leonardo. Será que vale a pena termos um review do Xtreme Xe3 Pro, vejo que a marca está muito consolidada e esse modelo vem sendo recomendado para o pessoal que curte os graves. Um abraço e obrigado desde já.

    • Olá Flávio,

      Vou entrar em contato com a marca. Quem sabe?

      Um abraço!

  • Wellington Rodrigues

    Leonardo, penso em criar um site educacional, voltado para Matemática, então queria saber se vc fez o site sozinho ou se contratou uma empresa.

    Caso tenha feito sozinho, tem um “caminho das pedras” a seguir?

    • Fiz sozinho mesmo, Wellington. Basicamente, vc precisa comprar um domínio, contratar um plano de hospedagem (tem vários nacionais, mas não tive experiências boas com nenhum – só que os internacionais podem ser mais difíceis de configurar, como o que uso agora), e decidir um CMS (content management system) que pretende usar. Eu uso o WordPress para a parte principal do site e o VBulletin do Fórum – o que vc vai usar depende do tipo de conteúdo que vc vai publicar. E aí vc pode comprar um tema, pra deixar o site mais a sua cara, configura e pronto 🙂

      Não é nenhum bicho de 7 cabeças, e o básico é esse! São os elementos que vc precisa.

      Um abraço!

      • Wellington Rodrigues

        Nossa, valeu 🙂

  • lonow

    Leonardo, primeiramente gostaria de dizer que faz um excelente trabalho em seu site. Gosto muito de seus artigos, e seu canal do Youtube também está sensacional.

    Ademais, gostaria de saber se você conhece o módulo Hi-Fi Plus da LG para o G5, e qual sua opinião sobre o aparelho. Também estou pensando em comprar um fone de melhor qualidade, pensando no ath-m50x, porém como seria meu primeiro, não sei se seria uma boa escolha, teria alguma indicação?

    Parabéns pelo seu site e um grande abraço!

    • Obrigado, Ionow!

      Olha, meu pai tem um, e sinceramente, não acho tão incrível. É bom sim, principalmente se vc quiser conveniênia extrema, mas acho mais interessante um smartphone qualquer aliado a um FiiO E18, por exemplo.

      Sobre o fone, o M50X é sim uma ótima escolha. Dá uma olhada na lista de fones recomendados do Guia MTH!

      Um abraço!

  • Hugo Campos

    olá Leonardo, blz? Sou leitor do seu site e estou acompanhando seus videos no youtube.
    Estou com uma duvida grande. Uso meus fones num notebook de quase 4 anos atrás, a placa onbord n é tão boa. Vou comprar um DAc/Amp, estou na duvida entre o Fiio K1 e o Topping Nx2 por serem de custo x beneficio e meu orçamento ser limitado. Qual dos dos você acha melhor e recomendaria? Obrigado, Abraços

    • Oi Hugo, já te respondi no YouTube. Abraço!

      • lincoln souza lopes

        Olá, a Ultrasone tem distribuidor comercial aqui o brasil ?

      • lincoln souza lopes

        Eu quero comprar um headphone de desing aberto, qual a melhor opção entre SRH 1440 da shure e DTX910 da beyerdinamic.

        • Não conheço o DTX910, Lincoln. Mas não é muito popular… o Shure, é.

      • lincoln souza lopes

        Olá, o headphone SRH 1440 da Shure custa 2650 reais é um fone profissional, você acha caro ?

        • Considerando que lá fora ele custa US$300 sim, acho justificável pra uma loja no Brasil vendê-lo a esse preço, mas é caro. Se vc importar e vier por correios normalmente, vai pagar no máximo R$1.600.

      • JoãoMafer

        E ai Léo, em qual vídeo você respondeu o comentário acima? Eu procurei e não achei.
        Tenho uma duvida parecida, tenho um shp9500 e um superlux 668b e queria um dac/amp ia pegar o Fx-áudio dac x6, me falaram bem dele, mas esses dias algumas pessoas me falaram não gostar dele que ele da uma alterada no som, me recomendaram o Fiio k1, estou pensando em ir nele. mas entre fiio k1 / Topping Nx2 / Fx-áudio dac x6 / fiio e10k / smls m3, qual destes me recomenda? melhor ir no fiio k1 ou um melhor pra ja aguentar futuros headphones ? E sobre o Fx-áudio dac x6 oque acha dele ? você tambem acham isso que me falaram dele que ele da uma alterada ruim no som ? Muito obrigado

        • João, lembro de já ter te respondido também!

          • JoãoMafer

            Sim la youtube, obrigado

      • lincoln souza lopes

        Oi, considera os headphones utopia da focal e o SR009 da Stax equivalentes ?

      • lincoln souza lopes

        Olá, já testou o headphone HD 681 da superlux você ele tem alguma diferença sonora do headphone HD681 Evo da superlux ?

        • Oi Lincoln, já avaliei sim o HD681 e agora tenho um EVO também. Este último é mais equilibrado, e não tem o pico nos agudos do HD681 normal.

  • Lucas Reis Amado

    Olá Leonardo, tudo bem?
    Acabei de conhecer seu canal no YouTube e consequentemente seu blog, inicialmente gostaria de parabenizar o excelente trabalho que faz nesses e em outras redes sociais. Parabéns, de fato você demonstra muito conhecimento de causa, além de uma clareza e objetividade notáveis em suas análises.
    Gostaria de saber por onde tirar algumas dúvidas pedir alguns conselhos rápidos na escolha entre alguns DAP’s. Como vi que seu fórum foi fechado, achei coerente primeiro saber da disponibilidade desse contato.
    Muito obrigado e continue com esse excelente trabalho, que você sem dúvidas colherá excelentes frutos.

  • Sormani Moutinho

    o que acham dos fones da earsound?

  • Zoldyck

    Olá Leonardo,

    Pretendo fazer um investimento no som do meu pc e procurando por alguns sites de reviews para saber qual se encaixaria bem, acabei me interessando bastante pelo Nad Viso 50. Essa análise foi a que me chamou a atenção: http://majorhifi.com/nad-viso-hp50-review/. Continuei pesquisando e acabei caindo no seu site, o primeiro em pt-br até agora.

    Ai queria saber se já testou esse fone e a sua opinião sobre a análise acima, acrescento que pretendo importá-lo e gastar no máximo (mesmo) $ 250 em um headphone.

    Abraços e excelente site

    • Olá Zoldyck,

      Infelizmente nunca tive a oportunidade de ouvir o HP50… mas por esse preço vc de repente consegue um BeoPlay H6, que é excelente.

      Um abraço!

      • Zoldyck

        Pra rock esse BeoPlay é bom? Ou tem algum outro q seja melhor?

        • É bom sim Zoldyck, mas se vc quer um fone exclusivamente pra isso, talvez o Sennheiser HD 25-1 II seja mais interessante – ou, se for pra ouvir em casa, qualquer Grado.

  • lincoln souza lopes

    Oi, o headphone utopia da Focal é o melhor de todos ?

  • Amanda Martinelli

    Olá Leonardo, tudo bem?

    Descobri seu site essa semana, procurando por orientações para comprar um headphone. Muito obrigada por todas as informações que compartilha! Não sei se você faz recomendações assim, mas procurei no guia e pelo fórum como você indicou, mas não consegui chegar a uma conclusão. Será que você poderia me ajudar?

    Comecei a trabalhar com bioacústica, então lido com faixas variadas e extremas de frequência, então acho que seria melhor um som mais equilibrado (pelo que entendi das leituras até aqui rs). Passo o dia todo com o fone, então teria que ser algo confortável. Isolamento de ruído seria necessário também, mas pelo que li até agora também, não gostaria de noise cancelling, acho que um sistema fechado já seria suficiente. E como as vezes trabalho em campo o fone não pode ser muito delicado. Não sei se é possível, mas estava pensando em gastar até uns R$ 300. Tenho zero experiencia com fones, comecei procurando vendo alguns JBL e Sony, e sem achar que precisava de algo muito aprimorado, mas depois de um mergulho aqui no site fica difícil não ser exigente! hehe
    Desculpe o texto grande, e muito obrigada desde já!

  • Amanda Martinelli

    Olá Leonardo, tudo bem?

    Descobri seu site essa semana, procurando por orientações para comprar um headphone. Muito obrigada por todas as informações que compartilha! Não sei se você faz recomendações assim, mas procurei no guia e pelo fórum como você indicou, mas não consegui chegar a uma conclusão. Será que você poderia me ajudar?

    Comecei a trabalhar com bioacústica, então lido com faixas variadas e extremas de frequência, então acho que seria melhor um som mais equilibrado (pelo que entendi das leituras até aqui rs). Passo muito tempo com o fone, então acho que conforto e isolamento de ruído seriam as qualidades mais importantes pra mim (mas pelo que li até agora também, não gostaria de noise cancelling, acho que um sistema fechado já seria suficiente). E como as vezes trabalho em campo o fone não pode ser muito delicado. Não sei se é possível, mas estava pensando em gastar até uns R$ 300. Tenho zero experiencia com fones, comecei procurando vendo alguns JBL e Sony, e sem achar que precisava de algo muito aprimorado, mas depois de um mergulho aqui no site fica difícil não ser exigente! hehe
    Desculpe o texto grande, e muito obrigada desde já!

    • Oi, Amanda! Muito obrigado!

      Olha, é uma recomendação difícil… nessa faixa de preço, um dos fones mais equilibrados que conheço é o Edifier H840, mas pelo que me lembro, em termos de extensão ele não é tão incrível. Quer dizer, vai responder de 20Hz a 20kHz sem muita dificuldade, mas não sei se vc precisa que os extremos da resposta estejam muito em evidência ou se vc precisa de algo que vá além disso.

      Acho que vc teria duas opções: uma é partir para um intra-auricular, porque eles costumam ter uma ótima extensão, principalmente nos graves, e o isolamento pode ser fortíssimo com as ponteiras certas. O KZ ZST é muito barato (no MercadoLivre vc consegue a R$100, e se importar de algum lugar, como a GearBest, vai pagar a metade) mas é um fone espetacular, e acredito que te atenderia – principalmente se vc pegar junto um par de ponteiras da Comply (acho que pro ZST são as Isolation 500). São mais caras que o fone, mas vc vai ter um belo incremento em conforto e isolamento.

      Agora, se vc quiser um headphone, dá pra pensar no Superlux HD662EVO. O problema é que é meio difícil de encontrar por aqui, mas se vc não tiver pressa, pode encomendar de fora que em um mês ou um pouco mais, tá aqui!

      Um abraço!

  • Francis Fleming

    Bom tarde, Leonardo.

    Cara, eu estou procurando bastante um headphone bluetooth para músicas. Eu queria gastar no máximo U$200,00 (Dólar).

    Eu não tenho conhecimento de bons fones, então sou completamente leigo.

    Estou vendo algumas opções, mas não sei se realmente são bons.

    1) Parrot Zik 2.0
    2) Edifier w855bt
    3) Skullcandy Crusher
    4) Samsung Level On Wireless Noise Canceling
    5) JBL Everest 700

    Você pode me dar uma dica?
    Obrigado.

    Francis Fleming

    • Oi Francis,

      Olha, desses, o único que já ouvi é o Parrot, que inclusive tive por um tempo. Eu descartaria o Skullcandy porque, fora no caso do Aviator, a marca não é conhecida por fazer fones bons. Também não apostaria no Everest, por ser, pelo que leio, muito pesado nos graves; e o Samsung, que ao que parece não é nada demais.

      Eu apostaria no Parrot porque conheço e posso atestar sua qualidade, mas é possível que o Edifier seja um bom fone também. Uma outra opção, muito bem avaliada, é o Sennheiser HD 4.50.

      Espero ter ajudado!

      Um abraço!

  • João Pedro Mariotti

    Leonardo, tudo certo?
    Qual fone você me recomendaria para jogos de FPS/ouvir música?
    Pensei no HD 598 inicialmente, mas estou achando o valor um pouco alto.

    • Olá João,

      Dá uma olhada nos Superluxes – por exemplo, o HD682EVO.

      Um abraço!

  • Luís Eugênio Xavier

    Olá, Leonardo! Quero montar um sistema de som para ouvir música e ver TV. Não tenho player de música, utilizo o smartphone mesmo. Minha intenção é montar um sistema hi-fi (é possível sem gastar muito?) de forma racional, do ponto de vista do custo-benefício. Gostaria de ouvir sua opinião quanto a equipamentos, inclusive sobre a necessidade de amplificadores. Fiz uma pesquisa e descobri o receiver Yamaha R-N402, e os bookshelf speakers JBL Arena 120 e JBL Studio 230.

    Um abraço!

    • Luís Eugênio Xavier

      Fala, Leonardo! Escolhi meus speakers: Dynaudio EMIT M10. Além do amplificador, são necessários pré-amp e DAC? Abraço.

      • Oi, Luís!

        Olha, acredito que as Dynaudio sejam uma excelente opção. Uso, em meu sistema do quarto, as BM5a Compact e gosto muito delas. Mas uma observação: se vc quer montar um sistema estéreo, eu descartaria receivers e pensaria num amplificador estéreo dedicado.

        Agora, tenho uma outra sugestão: se vc busca a melhor relação custo-benefício possível, em termos de desempenho, eu procuraria caixas ativas. A questão é que o ideal é que vc monte um sistema completo – DAC, amplificador e caixas. A forma mais “simples” e eficiente de montar um sistema do tipo é, em minha opinião, um DAC com pré (existem centenas de opções – algumas que me vêm à cabeça são os Benchmark, o Oppo HA-1 e o Emotiva DC-1) e um par de caixas ativas.

        A ideia é que o DAC/Pré se torna o cérebro do sistema, e aceitaria tanto conexões digitais (como a de um computador) quanto analógicas (como de TVs sem saída digital) e enviando tanto pras caixas quanto, se vc quiser, pra fones. Por exemplo: no meu quarto, tenho um Benchmark DAC1Pre. Meu computador está ligado nele via USB e a minha TV, que não tem saída digital, por RCA mesmo. E aí ele está ligado nas minhas Dynaudio. É MUITO conveniente, porque na TV há um Chromecast, com o qual uso Netflix e até Spotify do celular (quando quero a conveniência de controlar tudo pelo celular). E quando quero usar fones, é só ligar que ele deixa as caixas mudas. Pra completar, o meu Benchmark especificamente nem tem botão de ligar e desligar, se tá na tomada tá desligado. E não desligo as caixas (nem precisa)… então tá tudo sempre pronto. Enfim, pra mim, conveniência máxima.

        A questão, também, é que num caso como esse, vc não precisa se preocupar com a qualidade do amplificador ou com seu casamento com as caixas, visto que já é um par pronto. Então, por exemplo, ao invés das EMIT M10 vc pode pensar numa LYD (7 ou 8), que são um pouco mais caras, mas vc vai estar economizando no amplificador. E, pra fechar o sistema, pega um combo de DAC/Pré que se encaixa no seu orçamento, como os que já citei. Assim, vc vai ter um sistema simples, conveniente e matador. Ainda pode adicionar um subwoofer futuramente, se quiser, de maneira muito simples também!

        Um abraço!

        • Luís Eugênio Xavier

          O problema é encontrar essa LYD no Brasil, fiz uma pesquisa na internet e não encontrei em lugar algum. Neste caso, você acha que meu sistema com a EMIT 10 perderia em qualidade sonora ou em algum outro aspecto? Sobre o amplificador integrado, alguma sugestão?

          Abraço!

          • Ah, vc compraria no Brasil? Entendi.

            Bem, não acho que vc necessariamente perderia qualidade, mas é um item a mais para comprar e pensar na integração com o sistema – fora que um amplificador integrado legal não é uma coisa barata. Pensando novamente em custo-benefício, dá pra pensar no Marantz PM6006, que conta com um DAC interno também. Só que ele não tem entrada USB, só ótica ou coaxial, então se vc quiser ligar a ele um notebook que não tenha saída digital (os Macbooks têm), vc vai precisar de uma interface USB para Toslink ou coaxial.

            Outra opção é o Cambridge 351A, que também conta com um DAC interno, mas tem entrada USB.

            Um abraço!

          • Luís Eugênio Xavier

            Sim, compraria no Brasil. Tenho algumas dúvidas técnicas:
            (i) a Emit m10 tem especificação IEC > 150w (impedância 6 ohm). Isto tem a ver com a necessidade de potência do amplificador para fins de compatibilidade? O marantz pm6006, por exemplo, oferece 45w a 8 ohm e 60w a 4 ohm. Eu não sei o quão “grande” é tal magnitude de 45w, isto é, que medida de potência é suficiente para se ter um som de qualidade e dinâmico em diferentes volumes.
            (ii) comprar um DAC externo com pré-amp para integrá-lo a um amplificador com DAC interno é desnecessário? Ou a potência do pré-amp se soma à do amp propriamente dito?
            (iii) você indicaria algum amp integrado da yamaha, onkyo, denon, pioneer, jbl etc.?
            (iv) amplificador estéreo dedicado é diferente de um amplificador integrado?
            (v) é recomendável um condicionador de energia para ligar tudo isso?

            Obrigado pela ajuda, grande abraço!

          • 1) Não exatamente. Isso significa qual a potência máxima que a caixa pode aguentar. Mas 150W não é muito, o que indica que a caixa não é particularmente faminta. Os 45W em 8 ohms do Marantz certamente serão suficientes pra um ambiente comum.

            2) Um pré-amp é um equipamento que gera um ganho muito pequeno, só suficiente pra transformar um sinal analógico em um sinal em line-level ou para promover uma manipulação inicial do sinal, como controle de volume, equalização, seleção de entradas e coisas do tipo. Um amplificador integrado é, por natureza, uma combinação de pré-amplificador com um power (este sim que promove o ganho de potência e corrente para que o sinal possa empurrar caixas de som). Então não faz sentido vc adicionar um DAC com pré a um amplificador integrado.

            Quer dizer: vc precisa de 3 componentes aí: fonte (DAC), pré-amplificador e amplificador. O ideal é que vc não sobreponha funções, porque esse é o tipo da coisa que adiciona distorção, ruído, etc. Vc até pode pegar um DAC com pré pra ligar num amplificador integrado, mas aí vc deve usar a saída de linha do DAC – é uma saída que não passa pelo pré interno e promove um sinal normal de fonte, entendeu? O pré não vai estar sendo utilizado.

            3) Até tem coisas boas, mas de modo geral, não. Essas são marcas mais focadas em receivers. Indicaria os que já te indiquei.

            4) Pode ser, mas essa terminologia não é precisa. Vc pode chamar um power de amplificador estéreo dedicado também. Então pode ser a mesma coisa ou não, tem que ver que equipamento é esse.

            5) Pode ser uma boa pra proteger os equipamentos, mas não é necessário. Uma boa régua da Clamper já vai cumprir esse papel.

            6) Não. Eu indiquei uma combinação de caixas ativas aliada a um DAC com pré ou um amplificador integrado com DAC aliado a caixas passivas porque são opções com melhor relação-custo benefício. Pré-amplificadores discretos são geralmente feitos pra sistemas com muitos equipamentos separados, como pré e power separados. Esses sistemas costumam ser consideravelmente mais caros.

          • Luís Eugênio Xavier

            Obrigado pelas dicas, Leonardo. Um abraço!

          • Luís Eugênio Xavier

            Boa tarde, Leonardo. Decidi comprar a Dynaudio Emit M20; a LYD é um
            monitor de estúdio near field, não sei se vai funcionar bem na minha
            sala. Estou em dúvida entre dois amplificadores, o Marantz PM6006, que
            você me indicou, e o Cambridge CXA60. Eles estão na mesma faixa de
            preço. Diferenças que percebi entre os dois:
            – a potência do cambridge é maior que a do marantz, tanto em 8 ohms (60w x 45w) quanto em 4 ohms (90w x 60w).
            – o cambridge tem entrada usb.
            – o marantz tem entrada para phono (para mim é irrelevante).
            – o cambridge tem saída para sub-woofer.
            – o marantz tem botões para regular graves e agudos (isto é relevante?).

            Diante destas características, qual você escolheria?

            Um abraço.

          • Luís, a LYD funcionaria sim – caso contrário, eu não teria indicado.

            Sobre os amplificadores, tanto faz – vai no que tem as características que mais te agradam! Eu veria os features que preciso e decidiria.

          • Luís Eugênio Xavier

            Eu talvez tenha me expressado mal, não tive a intenção de dizer que você me indicou algo não apropriado, foi apenas uma dúvida que externei. Agradeço sua ajuda.

          • Sem problemas, Luís 🙂

  • Megamax Soares

    Olá, sou novo no site e logo achei íncrivel e bem estruturado. Assisti alguns vídeos e realmente seu trabalho é extremamente profissional e raro de se ver. Obrigado pelas dicas e pelo guia. Queria aproveitar e fazer uma pergunta, e sei do seu tempo curto por isso se não der para responder, ok. Qual o site que você recomenda comprar headphone para quem vai para fora do país(no caso para os EUA) e qual você recomenda por $40 (USD), sendo que para mim conforto e confiabilidade e o que importa e o som, como não sou expert, apenas o que achar mais equilibrado. Desde já agradeço e continue o ótimo trabalho.

  • Renata Junqueira Terra

    Ola Leonardo, tudo bem? Ja faz um bom tempo que olho seu site e vejo discussoes muito produtivas e interessantes sobre fones, amplificadores. E ha um tempo investi em um fone de ouvido da shure se535cl e outro mais baratinho sony mdrx 950bt (muitooo baixooo), e como sou viciada em musica, e queria tirar o melhor dela, fiquei interessada em amplificadores. Comprei um fiio e12, nao ficou interessante, pois nao tinha DAC, simplesmente funcionou para aumentar o volume e logo distorcia o que nao era somente pra isso mesmo que eu queria. Vendi. Ai comprei agora um chord mojo, so que o problema agora ‘e que nao sei mexer em nada nele, nao sei nem que acessorios comprar pra usa-lo no ipod touch e nano velhos, e o manual ‘e ingles, mesmo trazudindo. Tambem queria colocar nao mp3, mas em arquivos que perdem pouca qualidade, como wav, ou mp3 de alta qualidade. Estou perdida, o que voce acha que devo fazer? Muito obrigada, Renata.

    • Oi, Renata!

      Olha, com relação à operação do Mojo eu não tenho muito como ajudar, porque nunca tive um e sei que os botões não são a coisa mais intuitiva do mundo. Se vc não teve sucesso tentando traduzir, procura o grupo de Facebook Fones de Ouvido e Acessórios High-End porque lá já vi gente com um Mojo.

      Agora, pelo que sei, infelizmente o Mojo não pode ser usado com os iPods… o problema é que os aparelhos da Apple não fornecem uma saída digital comum, então ele só pode ser usado com DACs externos bem específicos – o que não parece ser o caso do Mojo. E como o Mojo não pode ser usado apenas como amplificador, não vai ter jeito. Com um iPhone até dá, mas vc precisaria do Camera Connection Kit.

      Mas, sinceramente, com estes fones, não acho que o investimento num DAC/Amp desse nível seja justificado… amplificadores e, principalmente, DACs, têm uma influência muito mais sutil num sistema do que a maioria dos relatos na internet te fazer crer. No seu lugar, eu venderia o Mojo e o Shure sem nem pensar duas vezes e pegaria algo como um JH Audio JH13 Pro universal e usaria com os seus iPods. O resultado vai ser muito, mas MUITO superior ao que vc tem hoje, mesmo se vc estivesse conseguindo usar o Mojo.

      Fones são responsáveis por 90% do resultado, então minha recomendação é, salvo raras exceções, investir o máximo possível no fone e em amplificadores e DACs apenas se necessário. Pra uso portátil então, com um in-ear… um amplificador e DAC só fazem sentido pra mim se vc já estiver no topo do topo do topo (JH Layla por exemplo, ou algo desse nível) e quiser extrair a última gota de desempenho dele. Explico: um in-ear de alto nível da JH Audio (nem precisa ser um Layla, pode ser um JH13 Pro mesmo) ligado a qualquer celular minimamente decente já vai te dar um resultado infinitamente superior a um Shure SE535 ligado ao melhor sistema do mundo.

      Recomendo a leitura do Guia Mind the Headphone, principalmente quando falo sobre audiofilia portátil e como montar um sistema.

      Um abraço!

      • Renata Junqueira Terra

        Muitiiissimo obrigada Lpela ajuda, Leonardo.

  • Olá Leonardo, tudo bem? Cara, vi um vídeo no youtube, em que um americano demonstra um fone de ouvido que tem como diferencial, uns “vibradores” nas conchas, para dar alguma sensação de super graves. Vc conhece isso ? O link do vídeo é este -> https://www.youtube.com/watch?v=SCyFrA3Fo7E