Oppo HA-2

INTRODUÇÃO

A Oppo é um fabricante chinesa que se tornou conhecida no meio audiófilo e cinéfilo pelos seus excelentes aparelhos Bluray. Em 2014, porém, a marca entrou com os dois pés no mercado de fones de ouvido com os aclamados PM-1 e PM-2, dois fones planar-magnéticos, e o HA-1, um elogiadíssimo amplificador e DAC repleto de funções.

Oppo PM-3

Oppo PM-3

Já em 2015 foram lançados o PM-3, o fone de entrada da linha, também planar-magnético e voltado para o uso portátil, e o HA-2, um amplificador e DAC também portátil, de US$299. Sempre quis testar os aparelhos da marca, e agora tenho para avaliação o HA-2.

Sua proposta está perfeitamente alinhada com o que tenho buscado atualmente: os que acompanham minhas avaliações talvez já devem saber que o que mais uso ultimamente para ouvir música fora de casa é meu celular com o Spotify, por questões de conveniência – e não adianta, mesmo a qualidade de som significativamente superior do FiiO X5 aliado ao pico Slim não é o suficiente para me fazer esquecer da conveniência do serviço de streaming no celular que já está no meu bolso. Além disso, salvo raras exceções, DAPs high-end costumam apresentar comprometimentos em termos de usabilidade e interface, além de um preço frequentemente alto.

Recentemente tenho achado que o caminho, para o meu uso, pode não ser um DAP, e sim uma solução baseada num smartphone já existente, exatamente como o Oppo HA-2 propõe. Ou seja, algo que posso acoplar ao meu celular de maneira minimamente conveniente e que me traga o incremento em qualidade de som que busco.

 

ASPECTOS FÍSICOS E FUNCIONALIDADES

IMG_7986Antes de tudo, algo que merece ser pontuado: o Oppo HA-2 é um dos equipamentos de som mais bonitos e mais bem construídos que já vi, independente do tipo e da faixa de preço. Num mercado em que pequenas empresas com orçamentos limitados parecem ser a regra, é incomum se deparar com algo dessa qualidade.

E também não é fácil encontrar um equipamento do tipo com tantas funções: ele funciona como DAC para qualquer aparelho com USB, incluindo smartphones e tablets iOS e Android, que podem ser conectados por meio das entradas USB tipo A e micro-B. Nesse caso, é possível usar seu amplificador interno conectando um fone à sua saída de fones ou alimentar um amplificador externo, por meio do Line-Out. O Line-Out também dobra como uma entrada de linha para que o HA-2 seja usado apenas como amplificador.

Outra função interessantíssima do Oppo é que ele pode ser utilizado como um carregador externo de 3000mAh! Nunca vi isso antes num DAC e amplificador portátil, e num mundo em que celulares se esforçam cada vez mais para durar um dia, pode ser uma mão na roda. Em aparelhos iOS, essa função pode ser utilizada enquanto ele funciona como DAC e amplificador, mas com Androids, é uma coisa ou outra. Há também um seletor de ganho, com dois níveis, e um botão de Boost nos graves.

IMG_7992O chassi do HA-2 é construído em metal, e há uma capa de couro preto que protege boa parte dele. O resultado é um aparelho, em minha opinião, extremamente atraente e que se destaca da concorrência. Na parte superior há o botão giratório de volume, que também é utilizado para ligar e desligar o aparelho (com um seguro e preciso clique) e duas entradas/saídas P2: uma é a saída para fones e a outra funciona tanto como entrada auxiliar quanto como Line-Out para que ele seja usado apenas como DAC alimentando um amplificador externo, dependendo da entrada que está sendo utilizada – na A e na B, as entradas USB, esse terminal funciona como Line-Out; mas quando o seletor de entradas fica na posição C, ele se torna uma entrada analógica. Ao lado direito há um botão que indica a carga restante na bateria e liga a função de carregamento do Oppo, o seletor de ganho e o da função de Bass Boost. Abaixo, há as duas entradas USB e o seletor de entradas, com três posições: A, B e C.

A qualidade de construção em si do Oppo é bastante impressionante. É nível Apple, por assim dizer. O metal é de ótima qualidade, os encaixes são precisos, as tolerâncias mínimas e todos os botões fazem cliques que transmitem solidez e segurança. Sabem o botão de silenciar do iPhone? É disso que estou falando. Você pode não gostar da Apple (gosto cada vez menos), mas é inegável que design e qualidade de construção são coisas que a marca da maçã faz excepcionalmente bem. E é impressionante ver um amplificador e DAC portátil que chega a esse nível.

IMG_7996A embalagem também é realmente bonita, e o HA-2 vem com um conjunto muito completo de acessórios: um carregador de alta velocidade (que de acordo com a marca o carrega em 30 minutos), duas bandas de borracha, de qualidade maior que o habitual, para que ele seja acoplado a um smartphone ou player portátil, um cabo micro-USB para micro-USB, para o uso com celulares Android, um USB para Lightning, para o uso com iDevices e um cabo P2-P2, para uso apenas como amplificador.

 

O SOM

  • Como combo de DAC e amplificador

A situação em que o HA-2 mais será usado, acredito, será como solução completa, usando um celular ou notebook como transporte. É um conjunto que, em teoria, adquire o poder de fogo para substituir um player portátil high-end.

IMG_8004E, imediatamente, ouço justamente um incremento de qualidade no celular que o eleva ao nível de um excelente player portátil. O Oppo oferece um belíssimo upgrade em relação ao que escuto diretamente do smartphone: ganho em extensão nos extremos (principalmente nos agudos), detalhamento, transparência, espacialidade, tridimensionalidade, dinâmica e, é claro, potência.

Logo, nada mais justo do que compará-lo ao meu FiiO X5 aliado ao HeadAmp pico Slim. Apesar de em grande parte mostrarem resultados muito parecidos (como o que geralmente ocorre com esse tipo de equipamento), os dois apresentam personalidades sensivelmente diferentes. Com o Roxanne, vejo que enquanto o X5 e o pico são o que considero um sistema neutro e linear, o HA-2 parte para uma personalidade um pouquinho mais eufônica e melodiosa. Os médios, em particular, são mais presentes e mais cheios e os agudos, mais comedidos. No Slim com o FiiO, o resultado é um pouco mais seco, porém mais espacial e transparente.

Então, caio num clássico caso de preferência pessoal e sinergia com o fone. Com meu JH Audio Roxanne, prefiro o resultado com o X5 e o Slim. O resultado de todo o sistema me leva para mais perto do que considero neutro e equilibrado. O Roxanne já é um fone bastante cheio e autoritário, e por isso a personalidade mais seca, refinada e transparente do sistema modular faz com que o que ouço seja mais equilibrado. É uma janela mais clara para a música.

IMG_7993O HA-2 é mais suave, gorduroso, eufônico e “arredondado”, por assim dizer. Sinto que perco uma pitada de linearidade, de detalhamento, de transparência e o resultado com o Roxanne acaba ficando cheio demais. No álbum Chamber Music Society, da Esperanza Spalding, toda essa questão fica muito evidente. O contrabaixo da Esperanza acaba ficando, em todas as faixas, um pouco mais gordo, e acaba chamando mais atenção do que deveria.

Ao mesmo tempo, ganho uma característica mais física – o som parece mais palpável, de certa forma. E tenho certeza de que se eu estivesse ouvindo algo como um Unique Melody Mentor ou um Xtreme Ears XE6/Pro a situação estaria invertida. A personalidade ligeiramente mais eufônica do Oppo seria uma adição bem vinda à total passividade e indiferença do sistema modular, e muito provavelmente deixaria o resultado mais agradável, mais orgânico e mais perto da minha definição de neutralidade.

Já em termos de potência, o HA-2 é igualmente competente. Não é uma usina como o ALO RX MKIII-B que já tive, mas tem a força necessária para empurrar todos os meus fones com alguma folga – exceto pelo HD800, que ele consegue empurrar, mas não com toda a autoridade e pegada nos graves que eu gostaria. E, com o ganho no Low, apresenta uma ótima faixa no controle de volume para que eu consiga ajustar finamente o volume com meus intra-auriculares.

IMG_8000Também gosto do Bass Boost, mas acho que ele poderia atuar em regiões mais baixas. É um pouco como o que ocorre com o Clonus Secret que testei há pouco tempo, mas em menor proporção. Com o Roxanne, por exemplo, o resultado não é muito agradável, mas com o Grado SR325i ou com o Sennheiser HD800, a história melhora muito. De toda forma, confesso que gosto de um aumento de vontade nos sub-graves, ao invés de nos médio-graves. Mas é questão de preferência, e esse incremento é em geral muito bem implementado no HA-2.

  • Como amplificador

Comparado ao HeadAmp pico Slim, relegado à pura função de amplificar o sinal, vejo que as diferenças continuam pequenas, mas em termos de puro desempenho sonoro o Slim ainda sai um pouco na frente: ele é ligeiramente mais refinado e sutil de certa forma, mantendo excelentes atributos técnicos. É um pouco como o que ouvi quando o comparei ao E12 – em termos de tonalidade não ouço diferenças significativas (ao contrário do que ocorre quando comparo o Slim aliado ao X5 ao HA-2 como amplificador e DAC), mas o pico ainda leva vantagem, apesar de por pouco. O Oppo é um pouco mais granulado – é como se no HeadAmp os sons fossem, literalmente, mais lisos.

Mas não podemos nos esquecer que estamos comparando um combo de DAC e amplificador de US$299 com o que é apenas um amplificador de US$399.

  • Como DAC

IMG_7988Já usado apenas como DAC alimentando o HeadAmp GS-X, comparado ao FiiO X5 exercendo a mesma função, a situação muda, e o HA-2 sai na frente.

O que ocorre é que ele passa a me apresentar o que vejo como uma personalidade mais neutra do que a do X5. Agora, ele é o mais claro, transparente e linear, especialmente na transição dos médios até os agudos. O FiiO, em comparação, parece ser um pouco comedido nos médio-agudos e nos agudos. Esse nunca foi um problema que percebi, mas o HA-2 o deixou em evidência. Com o GS-X, talvez o resultado seja brilhante demais, e mais uma vez devemos levar a sinergia em conta. Mas, para os meus ouvidos, o desempenho técnico do HA-2 é superior – da mesma forma que, quando o comparei como solução completa ao combo X5+pico Slim, este conjunto foi superior.

 

CONCLUSÕES

IMG_7994O Oppo HA-2 se mostrou um equipamento fantástico. Em primeiro lugar, conheço pouquíssimos aparelhos no mundo do áudio que se aproximam dele em qualidade de construção. Estamos falando do nível Apple em atenção aos detalhes. E, em termos de funcionalidades, a situação não é muito diferente: ele vai muito além do habitual. Quantas vezes você já viu um amplificador e DAC portátil que serve para Androids, iDevices, computadores, pode ser usado apenas como DAC, apenas como amplificador e ainda é capaz de carregar seu celular? Eu, pelo menos, nunca vi.

E, mais uma vez, estamos falando de um aparelho que apresenta uma alternativa, ao menos para mim, está mais em linha com os tempos atuais: afinal, não é um caríssimo player high-end por si só com as limitações tradicionalmente associadas a esse tipo de dispositivo, e sim algo projetado para ser acoplado a algum transporte que você já usa – que pode ser um smartphone com Spotify ou Tidal ou, ainda, um notebook. Ele não vai se tornar obsoleto em 6 meses (e nem em 2 anos) e não custa uma fortuna.

Você pode trocar seu smartphone e seu notebook quantas vezes quiser e aposto que ele irá continuar funcionando e trazendo a eles uma excelente qualidade de som – comparável à que encontramos em players portáteis de alto nível. Tecnicamente, ainda considero o que ouço no FiiO X5 aliado ao HeadAmp pico Slim melhor por ser mais neutro, transparente e linear, mas mais uma vez devo pontuar que são diferenças sensíveis e que, crucialmente, a sinergia e o gosto pessoal são quem dão a palavra final. É perfeitamente possível preferir o leve calor a mais do HA-2 nos médios.

O que é incontestável para mim é que o HA-2 é uma belíssima solução, e uma que tem minha mais alta recomendação.

 

Oppo HA-2 – US$299,00

  • Dimensões: 68 x 137 x 12 mm
  • Peso: 175 gramas
  • Resposta de frequência: 20Hz – 200kHz
  • Impedância recomendada do fone de ouvido: 16 – 300 ohms
  • Potência máxima: 300 mW em 16 ohms / 220 mW em 32 ohms / 30 mW em 300 ohms
  • Impedância de saída: 0.5 ohms
  • DAC: ESS Sabre32 Reference ES9018-K2M
  • Formato de entrada: PCM (44.1 kHz  –  384 kHz, 16 / 24 / 32-bit) / DSD (2.8224 MHz (DSD64), 5.6448 MHz (DSD128), 11.2896 MHz (DSD256)
  • Bateria: 3000mAh
  • Duração da bateria: 13 horas como amplificador ou 7 horas como DAC e amplificador

 

Equipamentos Associados:

Fones: JH Audio Roxanne, Xtreme Ears Xtreme ONE, Audio-Technica W3000ANV, Grado HP1000, Grado SR325i, Sennheiser HD800, Sennheiser HD600

Portátil: FiiO X5, HeadAmp Pico Slim, Sony Xperia Z3, iPhone 5S

Mesa: Mac Pro, HeadAmp GS-X

23 Comments
3
  • Alan Ramos Fernandes

    Ola Leonardo ,o aparelho parece ser realmente impressionante ,mas já tive o fiio e18 e ele tem todas essas funções do Oppo HA-2,inclusive carregava a bateria do meu HTC m8.
    Tem um vendedor no mercado livre vendendo fones desta marca mas os preços são de matar,um abraço.

    • Alan, não sabia que o E18 funcionava como carregador! De toda forma, o suporte aos iDevices não é tão elegante, já que requer o Camera Connection Kit. O Oppo pode ser ligado diretamente. Além disso, em termos de qualidade de acabamento, o HA-2 fica léguas à frente do FiiO!

  • Rodrigo Antonio

    Interessante uma pena nao ter suporte aos serviços de streaming, o duro sera achar uma revenda no Brasil

    • Rodrigo, ele é um DAC via USB! Logo, toca qualquer coisa de som que seu celular tocar! Arquivos internos, filmagens, YouTube, músicas, e qualquer serviço de streaming! Quando falei do Spotify e do Tidal foram apenas exemplos 🙂

  • Diogo Lemos

    Mais um excelente artigo. Grande abraço Leonardo.

  • Raul Fragoso

    Excelente review! Obrigado por compartilhar suas impressões sempre detalhadas. Você acha que o Oppo HA-2 casaria bem com o Sennheiser HD700, e usando um MacBook Pro como fonte ? E poderia sugerir alguma revenda ? Os preços mais interessantes que tenho visto são no eBay. Obrigado!

    • Olá Raul, obrigado!

      Acredito que será um pareamento interessante sim. Sobre revenda, o eBay de fato deve ter os melhores preços, mas é como o MercadoLivre, então é bom ter um pouquinho de critério na escolha do vendedor. Já vc comprar na Amazon, por exemplo, não terá lá muitos riscos, mas a taxação é certa e o preço será maior.

      Um abraço!

      • Raul Fragoso

        Obrigado pelo retorno. Mas acabou pintando uma opção bem interessante, e aqui no Brasil mesmo: um Chord Hugo! Talvez seja uma opção ‘overkill’ para minhas necessidades e maturidade/experiência, mas como tenho intenção de experimentar outros HP’s high-end a curto/médio prazo, achei prudente investir na melhor fonte que meu orçamento poderia comprar. Um abraço!

        • Rapaz, aí sim! Esse é pra manter por um bom tempo. Vai aguentar muitos upgrades 🙂

          Um abraço!

  • Thiago A.

    Mais uma vez parabéns pelo belíssimo review Leonardo! Agora tenho uma dúvida: entre esse Oppo HA-2 e um Fiio e17k Alpen pra ser usado com um fone Sony MDR-1R em um notebook vaio e futuramente em um smartphone com arquivos mp3 e spotify, qual dos dois você recomendaria?

    • Olá Thiago, obrigado!

      Acho que ambos são desnecessários, na verdade. O MDR-1R é um bom portátil, mas não acho que mereça um amplificador dedicado… um upgrade de fone seria mais interessante!

      Um abraço!

      • Thiago A.

        Entendi, mas esse fone é relativamente “novo”, tem mais de 2 anos, apesar de só agora estar começando a descascar as almofadas e a haste da cabeça por dentro, então não penso em trocar ele ainda. Estou mais interessado em ter uma qualidade melhor no áudio dos meus mp3 do notebook e no smartphone que pretendo adquirir (é que nem sempre gosto de ficar sentado na frente do notebook). Estou fazendo uma pesquisa com bastante antecedência, vendo os prós e os contras de cada um pra não me arrepender depois.

        • Thiago, é que “Estou mais interessado em ter uma qualidade melhor no áudio dos meus mp3 do notebook e no smartphone que pretendo adquirir” remetem justamente a um upgrade de fone. A melhoria de um amplificador praticamente não será sentida por vc!

          Um abraço!

  • Werlen Rocha

    Caro Leonardo, primeiramente, meus parabéns pelo seu acervo técnico. Me tire uma dúvida, tenho um oppo ha-2 e utilizo com um sennhaiser Momentum on-ear. Agora quero investir em um fone over ear para escutar em casa, o sennhaiser HD600 combinaria com o ha-2? Se não, poderia me sugerir algo similar? Minha fonte é Iphone e macbook.

    • Olá Werlen, obrigado!

      Sim, acho que o HD600 seria uma ótima pedida e um enorme upgrade. Mas, se vc quiser um fone com uma pegada um pouquinho mais divertida e musical e menos neutra, um Philips Fidelio X2 vai ser bem mais interessante. Dá uma lida na avaliação que fiz dele.

      Um abraço!

      • Werlen Rocha

        Obrigado pela resposta. Vou seguir a recomendação, irei pesquisar sobre o X2.

        Abraço

  • Vagner Nascimento

    Boa noite!
    Leonardo, primeiramente parabéns pelo excelente trabalho! Definitivamente, não existe nenhum outro material ou blog em português que se aproxime do que você faz.

    Se me permitir, gostaria de uma ajuda:
    Tenho um Philips Fidelio X2, que ouço em casa, principalmente no celular (galaxy S7), mas quero dar um upgrade.

    Para o meu caso, seria mais interessante investir em um sistema portátil pra continuar ouvindo no celular (o que acho muito prático) ou partir logo pra um sistema de mesa e passar a ouvir no pc?

    Já considerei muita coisa: Fiio e17k, e18 ou OPPO HA-2 pra usar como DAC/Amp no celular; Fiio E12 pra usar somente como amp no celular ou até mesmo o combo JDS ODAC + O2, como sistema de mesa.

    Pode me ajudar com uma indicação?

    Muito obrigado e um grande abraço!

    • Olá, Vagner! Muito obrigado!

      O X2, em minha opinião, não é um fone exigente. Então um combo DAC/amplificador portátil seria interessante porque te daria um upgrade tanto em casa quanto fora de casa, se vc fizer esse tipo de uso desse fone. E nesse caso, um E18 ou HA-2 te atenderiam muito bem.

      Mas se futuramente vc já pensar num upgrade de fone, aí sim pegar um sisteminha de mesa (como O2 + ODAC) poderia fazer mais sentido. Então vai depender do que vc busca a médio/longo prazo.

      Um abraço!

      • Vagner Nascimento

        Bom dia Leonardo, muito obrigado pela resposta!

        Vou seguir sua dica e procurar entre o e18 e HA-2.

        Abraço!

        • Renan Luiz

          Vagner, se possível me avisar quando o seu equipamento chegar, ficarei muito grato. Tenho um Fidelio X2, estou pensando nos mesmos equipamentos.

          • Vagner Nascimento

            Fala Renan,

            Comprei o FiiO e18, já chegou e estou muito satisfeito!

            Estou ouvindo sempre como dac/amp no celular e percebi uma boa melhoria em relação ao som que ouvia antes. Acredito que principalmente pelo DAC. Os graves ficaram sensivelmente mais definidos (mas é coisa muito sutil). Os médios vieram um pouquinho pra frente, com os instrumentos muito bem posicionados. Os agudos ganharam uma certa extensão e detalhamento. Mas vale dizer que não sou nenhum especialista.. rsrs.

            A amplificação é muito boa e surpreende pra um equipamento desse tamanho. Pro X2 realmente não precisa de mais que isso.

            No mais,a construção acho muito boa e a bateria dura muito.

            Abraço!

          • Vagner Nascimento