JBL Synchros E40BT

INTRODUÇÃO

JBL-Synchros-E40BT-On-Ear-Mobile-Phone-Friendly-Bluetooth-Headphones-with-ShareMe-Music-Sharing-WhiteOs entusiastas iniciantes talvez conheçam a JBL por suas caixinhas Bluetooth ou por sua linha J de fones de ouvido. Mas a verdade é que a marca é uma das mais tradicionais fabricantes de equipamentos de som do mundo, com presença particularmente expressiva no meio profissional.

Você sem dúvida alguma já foi a algum show e a algum cinema que usa caixas de som dessa marca, e não são raros os estúdios que usam seus monitores. Já tive uma banda, e o (excelente) estúdio em que gravamos usava um par das monstruosas JBL 4350 II para monitoração. É bem impressionante. A JBL também possui diversas linhas para áudio residencial, chegando à incrível Everest DD66000, uma caixa de som de mais de 60 mil dólares com os dois pés no áudio high-end.

Mais recentemente, porém, a marca tem feito esforços na parte de fones de ouvido, talvez correndo atrás do sucesso da Beats junto com a AKG, marca que pertence ao mesmo grupo, o Harman. Um dos fones recentemente lançados é o Synchros E40BT, objeto dessa avaliação. Trata-se de um supra-auricular fechado, Bluetooth, de aproximadamente 450 reais.

 

ASPECTOS FÍSICOS E FUNCIONALIDADE

O Synchros E40BT é bem menor do que as fotos me pareceram indicar, e em minha opinião é extremamente atraente. O enorme logotipo da marca na parte externa dos dois cups não é lá muito discreto, mas apesar de ele ser todo construído em plástico, o acabamento é muito bom. Diversas peças realmente parecem ser feitas de metal.

Em termos de conforto, não tenho do que reclamar e o fone é muitíssimo bem resolvido, estando num tamanho que julgo absolutamente perfeito para atender ao conforto e à portabilidade. O E40BT é bem leve, e não há pressão lateral ou superior significativa. Ao mesmo tempo, o encaixe é muito seguro e o isolamento satisfatório. Uma crítica fica com relação à dobradiça dos cups, que permite que eles sejam girados 360º: é muito dura, e demorei bastante para descobrir que ela existia!

cd08c2c0-9a7b-4d60-bbcb-648fcdc69241._V324528504_O carregamento e a conexão por fios é feita por meio de um conector TRRS de 2.5mm, o P1. Para isso, estão inclusos no pacote mais dois cabos: um terminado num TRS de 3.5mm, P2, e o outro num USB macho tipo A. Não há nenhum outro acessório – mas um saquinho para transporte seria bem conveniente, principalmente porque o fone se dobra num volume bastante compacto.

A duração da bateria é muito boa, chegando até 16 horas. Mas o carregamento não é tão simples: o botão de ligar pisca em branco quando o fone está ligado e pareado, fica vermelho quando a bateria está baixa e pisca alternando as duas cores quando ele está ligado porém não pareado, mas não há nenhuma indicação de que o fone está carregando ou que o carregamento terminou. Além disso, por algum motivo não consigo carregá-lo em nenhum dos meus computadores, que dizem “Dispositivos USB inativos – desconecte o dispositivo que usa mais energia para reativá-los”. Não sei bem por que isso acontece. Isso exige que eu use um carregador de tomada, o que, como eu disse na avaliação dos Parrots, pode ser um problema porque não há qualquer informação sobre a corrente máxima recomendada. Então achei o carregador que tenho com a menor corrente, por segurança, e deixei o fone várias horas carregando, até eu achar que era o suficiente, porque não há como saber se o carregamento acabou. O manual diz que são três horas, mas não sei com que corrente.

E já que mencionei os Parrots, essa é uma boa hora para falar das funcionalidades do E40BT, que são muito parecidas. Assim como nos fones franceses, é possível controlar o smartphone pareado por ele, usando botões tradicionais no cup esquerdo. É possível aumentar ou diminuir o volume, avançar ou retroceder (inclusive dar fast forward e fast backward), e dar play e pause. Também é possível atender e fazer ligações com ele (com ótima qualidade, diga-se de passagem), inclusive atender duas ligações ao mesmo tempo e trocar entre uma e outra.

Os comandos são feitos através de botões físicos e não há um sofisticado aplicativo para celulares para controlar os fones como nos Parrots, mas não podemos nos esquecer que estamos falando de um fone de R$450 – o Parrot Zik original custa, aqui no Brasil, R$1.990. E uma função interessantíssima, que os Parrots não têm, é o que a marca chama de ShareMe: é possível dividir o áudio, sem fio, com outro fone da JBL que possui a mesma tecnologia, com o toque de um botão! Não pude testar a função porque não tenho outro JBL disponível, mas é fantástico que dois fones possam ouvir simultaneamente, sem fio, o áudio de um único smartphone.

 

O SOM

IMG_7359O JBL E40BT é completamente diferente do que eu esperava. Pensei que fosse encontrar um fone com a típica sonoridade voltada para as massas, com graves exagerados e médios e agudos recuados, mas o que ouço é justamente o contrário: é um fone com uma sonoridade mais puxada para os médios, e que me parece bastante equilibrada. Em termos de equilíbrio tonal, inclusive, me lembra o Sennheiser HD600. E esse é um enorme elogio.

Em primeiro lugar, uma observação: os que leram a avaliação do Parrot Zik e do Zik 2.0 devem se lembrar que comentei que, passivamente, esses fone são terríveis, e que suas agradáveis sonoridades eram resultado de um extenso trabalho por parte de seus DSPs internos – em outras palavras, o trabalho de ajuste do som feito pela marca foi eletrônico, e não acústico. Isso não é ruim para fones com o objetivo deles, é uma forma legítima de chegar onde se quer. A desvantagem é que você não vai querer ouví-los desligados.

Com o JBL, fico feliz em ver que as diferenças entre o fone ligado e conectado a uma fonte via Bluetooth e ele desligado e conectado por fio são significativas mas pequenas, e no caminho oposto ao que acontece com o Parrot – ele é melhor com fio, apesar de já ser muito bom sem ele. Isso mostra que o som do E40BT foi talhado acusticamente, e não eletronicamente.

Os graves: eles são bem mais comedidos do que eu imaginava, mas têm boa presença e qualidade, em ambos os modos de conexão. Essa região não me parece diferente entre eles. Estão mais ou menos a par da quantidade de graves do HD600, o que significa que estão precisamente no lugar que considero neutro. Como consequência, em rock, música eletrônica, hip-hop ou gêneros do tipo, você não vai ouvir uma apresentação particularmente excitante ou autoritária, mas que me soa bastante natural e coerente com uma apresentação mais neutra. Para gêneros mais calmos, em particular, gosto dessa apresentação, mas devo dizer que aqueles que buscam divertimento serão melhor servidos por outras opções.

564647O objetivo do E40BT, ao contrário do que eu imaginava, me parece ser fornecer uma personalidade relativamente livre de colorações. Isso é muito de meu agrado, principalmente porque em termos de qualidade ele também é muito competente. Em termos de textura e definição também gosto muito dos graves. Baixos são devidamente apresentados dentro de todo o acontecimento musical.

Nos médios, essa personalidade continua. Ele é mais para a frente nessa região, mas isso está em linha com minha percepção sobre neutralidade. Tanto o Sennheiser HD600 quanto o Grado HP1000, algumas de minhas referências nesse quesito, têm justamente essa característica. Por isso, o E40BT me agrada nessa região. Ela pode soar um pouco áspera as vezes, e comparada com o HD600 é definitivamente mais compacta e menos espacial – mas não podemos nos esquecer que estou comparando um pequeno on-ear fechado Bluetooth de 400 reais com um circunaural aberto de referência de mais de 1.500.

Me impressiona o quanto o E40BT parece enveredar para uma apresentação mais neutra e natural e o quanto, até certo ponto, ele consegue atingir seus objetivos. Ele definitivamente é parecido em termos de tonalidade com o HD600, apesar de haver uma leve coloração de fones fechados. Vozes são um pouco “sugadas”, se isso fizer sentido, mas é uma característica sutil e que só é mais perceptível numa comparação direta com o HD600, e o espaço apresentado é muito menos amplo. O palco sonoro é pequeno, e não é incrivelmente definido. Por isso, apesar de me parecer também bastante neutro, há um pouco mais de fadiga auditiva.

Isso não diminui, porém, as muitas capacidades desse pequeno JBL. Com rock o resultado é excelente, com guitarras e vozes apresentando um belíssimo e agressivo ataque. Passando para gêneros mais calmos, o resultado é verossímil e bastante natural – vozes e pianos, por exemplo, soam como vozes e pianos. Talvez não com a naturalidade absoluta do Grado e do Sennheiser, mas definitivamente com a mesma filosofia, por assim dizer. E isso me impressiona bastante num fone desse tipo e preço.

cdcd9ec8-6909-4899-8681-72fbe124fcbf._V324529689_Os agudos, mais uma vez, parecem parte dessa personalidade, e são onde ouço as maiores diferenças entre o fone com fio e sem fio. Sem ele, os agudos são um pouco menos presente – com ele, estão mais à frente no espectro e tem maior extensão.

Gosto do que ouço de ambas as formas, mas confesso que com fio a relação entre os médios e agudos me parece mais coerente. A sensação de fadiga que mencionei anteriormente acaba sendo muito mais fraca ou inexistente, porque a região média acaba soando menos para a frente, apensar de ainda em destaque. O que ocorre é que as regiões altas fazem um contraponto melhor com as médias. Pratos de bateria tem excelente presença e boa definição e parecem o perfeito complemento para boas gravações de guitarras ou, principalmente piano. Não só isso: são surpreendentemente bem renderizados em termos timbrísticos.

Gosto muito do que ouço no E40BT ligado a meu Xperia Z2 por meio de um cabo tradicional. Ele é surpreendentemente natural, e boas gravações de jazz (como o álbum Alive, do trio de Hiromi Uehara) e de outros gêneros acústicos (como o Quiet is the New Loud, do Kings of Convenience) são os mais beneficiados, apesar de eu também gostar bastante do que ouço com rock. O resultado me parece consideravelmente equilibrado.

 

CONCLUSÕES

Indo direto ao ponto: adorei o JBL E40BT.

É um fone Bluetooth pequeno, confortável, atraente, conveniente e que possui uma sonoridade surpreendentemente neutra e competente. Em termos de equilíbrio tonal, em minha opinião ele é realmente parecido com o Sennheiser HD600.

IMG_7358A duração da bateria é excelente, mas o melhor é saber que quando você quiser conectá-lo com fio a alguma coisa não estará perdendo nada – muito pelo contrário, terá uma apresentação ainda mais interessante, natural e coerente.

Ele me lembra bastante o Logitech UE6000, porque minha surpresa com ele foi semelhante. Sei que não devemos julgar um livro pela capa, mas eu certamente não esperava encontrar uma apresentação natural como essa num pequeno on-ear Bluetooth que parece ter como público alvo as massas.

A maior ressalva que devo fazer é justamente essa: o que muitas pessoas querem é uma apresentação mais divertida, com graves enfatizados, algo que o E40BT não oferece. Se é isso que você quer, existem outras opções mais indicadas. Mas se você quiser saber o que é um som natural e ter um gostinho do que é a audiofilia sem ter que abrir mão de conveniência e estilo, ele é uma excelente opção.

E se você já for um audiófilo e estiver buscando algo conveniente para usar com o celular fora de casa, pode ter no JBL Synchros E40BT uma bela surpresa.

 

JBL Synchros E40BT – R$449,00

  • Driver dinâmico único
  • Impedância (1kHz): 114 ohms
  • Resposta de Frequências: 20Hz – 22kHz
  • Conectividade: BT 3.0, A2DP v1.3, AVRCP v1.5, HFP v1.6, HSP v1.2
  • Duração da bateria: 16 horas

 

Equipamentos Associados:

Portátil: Sony Xperia Z2, iPod Classic, FiiO X5, HeadAmp Pico Slim

Mesa: Mac Pro, Yulong D100, HeadAmp GS-X

 

Onde Encontrar

FoneLand

Eletroprinter

SoFast

 

122 Comments
0
  • João Pedro Montagna

    Sabia que iria gostar… Parabéns Leo !!

  • Thiago A.

    Bela resenha novamente. E a JBL é realmente uma marca muito boa, meu primeiro desktop compaq presario veio com duas caixinhas da JBL platinum series que funcionam até hoje, e tem um som bem convincente pro tamanho.

    • Saulo Macedo

      Uso essas caixas até hoje!

      • Thiago A.

        As minhas estão guardadas até hoje!

    • Thiago, a JBL de fato é uma marca renomadíssima no meio profissional! Mas, nos produtos para consumidores, a coisa é um pouco mais complicada… ela oferece produtos de qualidade um pouco duvidosa também. Felizmente, não é o caso do E40BT!

  • Olá!

    Parabéns pelo artigo. Eu estava querendo comprar um headphone para ouvir música. Nunca tive um para este fim específico, apesar de ter um Beats intra-auricular. Tenho também um Sony MDR ZX100 que inicialmente era pra usar com o Notebook e não necessariamente pra ouvir música mas ele é bem ruinzinho. E fora que estragou muito rapidamente (não esperava muito pelo preço, mas é “Sony”, esperava um pouco mais por causa disso) e isso me fez desacreditar nos headphones da Sony, mesmo uns parecendo bons.

    Escrevi isso tudo pra dizer o tal headphone seré o meu primeiro para música. Eu estava de olho no J88i da JBL porque ele é bem bonito (e esse é um ponto relevante para mim), com um preço bom e com o fio destacável (não restrinjo a ter essa característica mas ela tem um peso relevante). Não sou audiófilo e nem pretendo ser, mas gosto de ouvir música! Já tive como hobby tocar bateria e, como um bom percursionista, consigo reproduzir uma música em qualquer superfície. Ao ler o artigo do JBL E40 ele me animou muito, porque:

    1- É bonito!
    2- Bom preço;
    3- Bluetooth (+fio destacável [funciona com o fio]).

    SÓ QUE o gênero que eu mais curto, de longe, é o Hip Hop. Deixei claro que não sou audiófilo e não exijo muito. Adquiri recentemente um Corsair Vegeance 2100 e, primordialmente gamer, ao meu ver ele é muito bom no quesito áudio, me satisfazendo no gênero que ouço. Será que o JBL E40 não serve realmente para mim? E o J88i? Se puder me indicar algum nessa faixa de preço, ficaria grato.

    Abraços e mais uma vez parabéns.

    • Olá Theus, obrigado!

      Se o gênero que vc mais ouve é o hip-hop, infelizmente não tenho como recomendar o E40BT. Como disse no artigo, ele possui pouca presença nos graves, o que costuma ser importante para esse gênero. Ele certamente possui menos graves que seu Beats e seu ZX100.

      O J88i talvez seja uma opção mais adequada, mas na faixa de preço do E40BT dá pra procurar um Philips Citiscape Uptown ou, de preferência e se vc achar, um Skullcandy Aviator. Seria minha recomendação.

      Um abraço!

      • Lendo o site acabei vendo você falando bastante do J88i, mas acabei me deparando com o J55i… ele é bem mais em conta, tem alguma diferença gritante entre eles dois além do preço?

        • David, não me lembro de ter mencionado o J88i em nenhuma ocasião. Só ouvi uma vez, e não achei nada demais. Não sei como o J55i se compararia!

    • Pitter Paulino

      Amigo se você procura um fone bom pra escutar musicas de batidas graves, tem o Tracks Air – Sol Republic. Até agora não vi melhor em termo BASS.

  • ALAN

    Ótimo review .Depois que me desfiz do parrot estava procurando um fone Bluetooth e considerei seriamente a compra deste modelo ,acabei optando pelo Sony mdr xb950bt..Amigo me tira uma duvida por favor ,em vários de seus comentários vc cita o Skullcandy Aviator como um boa opçao de compra ,ja li varios artigos , nao especialmente sobre o aviator ,mas sobre a marca Skullcandy,sobre o fato desta marca prezar mais o design do que a qualidade ,sendo frequentemente comparada com a beats como sendo péssimo exemplo de custo beneficio ,tu ja usou outros modelos da marca ?

    • Alan, a vasta maioria dos fones da Skullcandy de fato só se preocupa com o estilo, mas o Aviator é exceção. É um ótimo fone, sobre o qual inclusive já escrevi no post “Impressões de uma viagem”. O Tyll Hertsens, aliás, também gosta dele.

      Mas até onde sei, os elogios se restringem ao Aviator.

      Um abraço!

  • Laerte Garcia

    Li sua análise umas 3 ou 4 vezes, mas, como não tenho muita noção do que se passa, já que nunca tive contato com fones superiores, gostaria de saber 2 coisas:

    1) o som deste fone é parecida com a do Philips SHB 9150?

    2) Esse fone é recomendado para ouvir músicas pesadas?
    (por exemplo essa https://www.youtube.com/watch?v=TU_xpBjMAZA)

    • Olá Laerte,

      Nunca pude ouvir esse Philips, então não tenho como fazer essa comparação.

      Sobre músicas pesadas, eu não recomendaria, já que acho que esse estilo se beneficiária de mais graves.

      Um abraço!

  • Vernier

    belo site Leonardo, tenho um home studio e estou procurando um fone legal pra usar na mixagem, vc poderia me indicar alguns ? abraço

    • Olá Vernier,

      Para mixar, o Sennheiser HD600 é uma boa pedida.

      Um abraço!

  • Paula Lima

    Olá!! Adorei seu blog. Pois estou já estou a um bom tempo pesquisando qual headphone comprar. Estou em dúvida em qual comprar: Philips uptown ou sennheiser HD 449. Minha finalidade seria ouvir rock no meu smart que é muito baixo…e tbm para meu esposo ligar no AMP…qual me indica?? Obrigada.

    • Olá Paula, obrigado!

      Acho que nesse cenário, o Uptown seria mais indicado porque a sensibilidade é maior e é um fone menos relaxado, provavelmente mais interessante para rock.

      Beijos!

  • Guilherme Costa

    Eu queria comprar um fone para escutar musicas eletrônicas …. gosto muito desse gênero eu estava quase comprando o e40bt pois sei q jbl é uma marca impecável mais nos seus comentários vi que você disse q ele não é muito presente nos graves … queria saber qual sua indicação para esse gênero de musica, de preferência q seja Bluetooth !! Obrigado

    • João Pedro Montagna

      O modelo S400BT é um fone novo da JBL… ele é bem diferente do E40bt pois tem muito grave ( sem exageros ) e também é um fone de ouvido com um acabamento melhor…ele é muito bom mesmo !
      Na Loja fisica da Foneland tem este modelo S400 pra testes .. vale a pena !
      ( http://foneland.com.br/produto/464/fone-de-ouvido-jbl-synchros-s400bt.html )

    • Olá Guilherme,

      Pois é, o E40BT não me parece muito indicado pra esses gêneros porque não tem uma resposta particularmente presente nos graves.

      Nessa faixa de preço, infelizmente não conheço nenhum fone Bluetooth que seja indicado pra vc. Com fio, se vc tiver paciência pode tentar esperar aparecer algum Audio-Technica ATH-M50 nos Classificados do HTForum ou ainda no grupo de Facebook Compra e Venda de Fones de Ouvido e Acessórios High-end. É um fone excepcional, e costuma aparecer com alguma regularidade nesses lugares por volta dos 400 reais. Se quiser algo imediato (mas consideravelmente menos capaz), vc pode tentar o Philips Citiscape Uptown.

      Um abraço!

  • É um bom fone, agradou bastante o pouco tempo que utilizei.
    O fato desagradável foi que há uma semana o bluetooth parou de funcionar como deveria, ele até emparelha com meus dispositivos mas após algumas músicas o som começa a chiar e o volume aumenta muito. Associei ao bluetooth pq no cabo ele funciona normalmente.

    Até pensei que era meu dispositivo pois coincidentemente foi na mesma época que atualizei meu cel para o ios 9 e o note pro 10.11 (versões beta dos sistemas) Infelizmente não era esse o problema. Enviei um e-mail para o atendimento da JBL aqui no Brasil mas não responderam (faz uns 4 dias).

    Obs: Excelente site, não achei que havia um assim, sempre fui louco por músicas e fones.

  • Jeferson Afonso

    parabéns pelo espaço. fazia tempo que procurava por algo assim na internet, foi um alívio descobrir um lugar com credibilidade e imparcialidade para o assunto. Gostaria de saber entre o jbl e40bt e o sol republic bluetooh, qual seria o melhor em termos de qualidade sonora e isolamento? apesar de valorizar muito os graves nas músicas, gosto de ouvir de quase tudo em termos de estilo musical, de música clássica até rock e passando por umas faixas de eletrônicas de vez enquado.

    • Olá Jeferson, obrigado!

      Infelizmente nunca ouvi o SOL Republic, então não tenho como te ajudar… o que posso dizer é que os graves do JBL não são incrivelmente presentes, então não tenho certeza se seria uma opção tão apropriada pra vc.

      Um abraço!

      • Jeferson Afonso

        e em termos de isolamento? ele isola bem?

  • LAERTE

    Tem como correr na esteira com eles?

    • LAERTE

      Essa é minha grande questão porque os fones pequenos para corrida me parecem ruins e a bateria é pessima

      • Laerte, não fiz esse teste especificamente. Acho que o encaixe é relativamente seguro, mas ele não aperta tanto, então não sei se cairia.

        A bateria, como disse na avaliação, é ótima, chegando a 16 horas de duração.

        Um abraço!

        • LAERTE

          Muito obrigado pela atenção de responder minha pergunta.
          Vou tentar ir em uma loja que tenha este fone para poder experimentar. Só que hoje em dia é muito difícil achar uma loja com expositor.
          Mais uma vez
          Obrigado

          • Laerte, em São Paulo há a FoneLand, talvez vc consiga por lá!

            Um abraço!

          • LAERTE

            Eu moro no Rio então fica difícil para ir em São Paulo e aqui no rio não tem nada dessas coisas. Eu comprei e vou testar se não gostar eu troco fazer o que. Mas mesmo assim obrigado.

          • Laerte, no Rio tem a FNAC do Barra Shopping! Já vi o E40BT por lá em algumas ocasiões.

          • LAERTE

            Estou enviando essa mensagem porque de fato comprei o e40bt e como já havia lhe dito antes no primeiro dia saiu aquelas pecinhas prateadas que tem um triangulo nelas. mas o que me traz aqui de novo é para dizer para todo mundo que com menos de 15 dias a parte almofada SAIU descolou… podem acreditar se precisarem da foto eu mando…única coisa boa que aconteceu é que as lojas americanas vao devolver o dinheiro mesmo tendo passado do prazo de 7 dias. com certeza não sou um cliente especial mas mesmo assim resolveram me devolver o dinheiro, pelo visto deve ser um fato que ocorreu varias vezes e por isso a facilidade para fazer a devolução do dinheiro.
            de qualquer forma estou aqui para fazer a analise do produto.
            abraços
            Laerte

          • Laerte, a almofada do arco ou das orelhas?

          • LAERTE

            Das orelhas, impossibilitando o uso do fone. Até contactei a Assistencia americana com foto mas ainda não obtive resposta.

          • LAERTE

            Olha a foto…

          • Laerte, perguntei pelo seguinte: as almofadas laterais são removíveis, é natural que elas saiam! Basta encaixá-las novamente! Como é uma peça que sofre desgaste, ela é removível pra que possa ser substituída quando estiver desgastada de modo que o fone possa ser mantido.

            Está vendo essa pequena aba preta, feita com um material um pouco mais firme que a parte de couro? Ela se encaixa num pequeno vão que fica entre a parte principal da concha do fone e da tampa!

            Só não consigo ver, nessa última foto, se a espuma interna se sobrepôs à aba, mas se esse for o caso, é só vc ir puxando a aba de volta pra cima.

            Como está, não me parece um defeito.

          • LAERTE

            Infelizmente não é esse caso neste fone é colada vc pode verificar até a colinha na aba e eu tentei recolocar e é super difícil ….pode acreditar

          • Laerte, eu tenho um! Já tirei e coloquei a almofada várias vezes! O que pode ter acontecido (a parte de baixo da almofada está escura, não consigo ver direito) é que essa aba pode ter descolado, mas não dá pra ver pela foto… bom, vou tirar uma foto e te mostro o que quero dizer.

          • LAERTE

            Ok no aguardo

          • LAERTE

            Estou pensando em comprar um sony, ja vi algumas reviews sobre ele mas estou comprando para correr por isso fico muito na duvida do que fazer. vc conhece esse fone?

            Fone de Ouvido Sony Supra Auricular Bluetooth Preto – DR-BTN200

          • LAERTE

            vc conhece?

          • Infelizmente não conheço, Laerte!

          • LAERTE

            Outra foto

          • João

            Tenho quase certeza que tem assistência ai no rio sim …

            Neste link abaixo pode fazer o
            download da lista completa:

            http://www.jblaudio.com.br/static/page_atendimento

          • LAERTE

            vc não vai acreditar, o fone chegou hoje e aquele metalzinho com um triangulo para baixo caiu…ai fui tentar girar o outro para saber, com a maior delicadeza, se era rosqueado e saiu também e descobri que é colado…eu comprei para correr e a conclusão que cheguei sobre ele foi:
            1 a bateria me parece ótima
            2 tudo funciona muito bem
            3 a qualidade do som é muito boa
            4 para corrida, que foi motivo da minha compra, é ótimo com o porém de suar bastante no ouvido.
            5 diante do que aconteceu sobre o metalzinho achei ele muito frágil…e estou analizando se vou pedir que troquem.
            valeu
            abraços
            ps.: isso foi a minha avaliaçao

          • Estranho Laerte, caiu do nada? Vc não tentou tirar nem nada do tipo? Aquela peça é fixa, não é pra sair não! Mas não era pra ter saído fácil… eu entraria em contato com a assistência técnica, já que vc gostou dele.

          • LAERTE

            Meu fone ainda está no prazo de 7 dias de devolução, por isso penso em pedir a troca. Só acho um saco esperar para recebê-lo de volta por quase um mês por um detalhe que não atrapalha. Vc sabe me dizer se tem assistência técnica no Rio de Janeiro?

          • Duvido muito que haja assistência técnica no RJ, mas vc já pensou em tentar colar a peça novamente com super bonder ou araldite?

          • LAERTE

            Pensei e colei com tekbonder que é mais forte do ué super bondes mas se cair eu perco a peça e fica esquisito né ?
            400 reais em um produto com essa qualidade é feio.
            Entrei contato com jbl dos EUA me responderam na hora mas nada que pudesse resolver o meu problema. Procurei eles porque normalmente lá eles te tratam b melhor do que aqui.

          • LAERTE

            Meu medo é que a peça caia e eu perca sem a possibilidade de colá-la

  • Vitor Souza

    Amigo,

    Primeiramente, ótimo artigo. Estou há um bom tempo procurando um bom headphone na faixa de 500 reais. Inclusive, cheguei a comprar um Harman Kadorn CL, mas infelizmente ele veio danificado e fui obrigado a devolve-lo ao vendedor que não tinha outro em estoque.

    Considerando estás características, vc teria alguma recomendação?

    Com bons graves (escuto bastante hip-hop e reggae);
    Supra-auricular (fechado de preferência, pois irei usa-lo no trabalho);
    Na faixa de 500 reias.

    Vi que vc indicou o Skullcandy Aviator nos comentários, mas ele é fora da minha realidade…

    • Olá Vitor,

      O Aviator frequentemente está em promoção e pode ser encontrado por um preço baixo. Outro que seria bastante interessante pra vc é o Audio-Technica ATH-M50 (e M50X), que costuma aparecer usado com alguma frequência nos classificados do nosso fórum, nos do HTForum e no grupo de Facebook Compra e Venda de Fones de Ouvido e Acessórios High-End.

      Um abraço!

      • Vitor Souza

        Obrigado pela resposta… Só mais uma pergunta.

        Continuei pesquisando e achei um SONY MDR-10R por apenas R$ 419,00, parece ser um ótimo fone e estou quase comprando. Na mesma loja encontrei um SONY MDR-10RNC (NOISE CANCELING) por R$ 600,00. O recurso NC é realmente um diferencial?? Vale a pena pagar praticamente 200 reais a mais??

        • Acho que no seu caso não. Se vc usasse muito em viagens de avião até poderia valer, mas pra usar trabalhando não acho tão necessário, principalmente tendo em vista que geralmente os circuitos noise-cancelling trazem alguma piora na qualidade de som.

          Mas devo dizer que o 10R, por mais que seja um bom fone, talvez não seja tão interessante quanto o M50, principalmente pro seu uso. É um fone mais lento e melodioso, o que pra hip-hop não é tão interessante. Obviamente, porém, a disponibilidade imediata é um ponto a favor.

          • Luis Carlos Ramos

            comprei um SONY MDR-10R. Noise caneling cancela uns 80%, so a qualidade eh muito boa. mas depois de uns 7, 8 meses, quebrou a aste que segura os fones.

            ai fui pro JBL E40BT, comprei nos EUA, infelizmente depois de menos de um mës, o lado direito do fone parou de funiocnar.

            =/

          • Luis, vc cuida bem dos fones? Guarda num local seguro, essas coisas?

  • Eduardo Souza

    Ótima resenha.
    Estou impressionado pelas avaliações precisas e esclarecedoras… explorando isso, me permito fazer uma pergunta:
    Viajo muito, sou um usuário casual de fones e os utilizo basicamente em viagens. Tenho um velho e bom AKG Q460, comprado em 2012. O fone ficou cansado e gostaria de fazer um upgrade para um novo, supra-aural, com bom acabamento, compacto, dobrável e preferencialmente bluetooth.
    Pesquisei sobre o Plantronics BackBeat Sense, mas não o encontrei no Brasil. Também li sobre o Bose SoundLink e pelo Sony MDR10RBT, que estão disponíveis no Brasil, no entanto não me agradaram tanto.
    O Design da Harman/Kardon e da Bower&Wilkins me agradam. Se que Harman tem um fone BT, sobre a Bowers somente o P5 Wireless que não encontrei no Brasil.
    Alguma sugestão sobre estes fones? Alguma sugestão de loja no Brasil? Até o valor de R$ 1.500,00 vc indicaria outro fone na minha pesquisa?

    Att.,

    • Olá Eduardo, obrigado!

      Se vc não se importar em comprar um fone usado – isso é muito comum no hobby, a grande maioria dos meus fones foram comprados assim –, eu iria atrás de um Parrot Zik. É possível encontrá-lo por um valor dentro do seu orçamento, e é um excelente fone – em ambas as versões, 1 e 2.

      Um abraço!

      • Eduardo Souza

        Achei o Parrot usado no ML mas sem referencia.
        Encontrei em um site soubarato.com.br do grupo B2W (americanas e submarino) por 1.800… mas depois refleti bem e fiquei c pena d gastar.
        Um amigo se prontificou a trazer um Plantronics BackBeat Sense dos EUA, onde custa 180 dolares (x 4 = 640 reais).
        🙂
        Obrigado pelo suporte e ajuda!
        Continuarei acompanhando o site.

  • Renan Bismara

    Olá, Léo. Conheci o seu site ao pesquisar o E40BT na internet. Fiquei realmente impressionado com a nitidez e minúcia dos seus relatos. Meus parabéns.

    Estou procurando um fone para usar na academia. Algo que seja nesta faixa de preço do E40BT e que, por óbvio, não necessite de fio. As músicas que escuto lá são mais eletrônicas.

    Você me recomendaria este fone (que, de acordo com a resenha, seria mais indicado para sons mais equilibrados, e não tanto eletrônico e pop), ou há outro modelo que satisfaça as minhas pretensões (até uns R$500, sem fio e indicado para eletrônico)?

    Novamente, meus parabéns. O seu site é assustadoramente incrível.

    • Renan Bismara

      Ah, Léo, vi que você já havia dado esta resposta para uma pergunta semelhante:

      “Olá Guilherme,

      Pois é, o E40BT não me parece muito indicado pra esses gêneros porque não tem uma resposta particularmente presente nos graves.

      Nessa faixa de preço, infelizmente não conheço nenhum fone Bluetooth que seja indicado pra vc. Com fio, se vc tiver paciência pode tentar esperar aparecer algum Audio-Technica ATH-M50 nos Classificados do HTForum ou ainda no grupo de Facebook Compra e Venda de Fones de Ouvido e Acessórios High-end. É um fone excepcional, e costuma aparecer com alguma regularidade nesses lugares por volta dos 400 reais. Se quiser algo imediato (mas consideravelmente menos capaz), vc pode tentar o Philips Citiscape Uptown.

      Um abraço!”

      É isso mesmo? Infelizmente, não há um fone nas características que apontei?

      • Olá Renan, muitíssimo obrigado 🙂

        Então, a questão é mais ou menos essa: acho que o JBL é bem interessante pro uso na academia por ser um compacto e conveniente on-ear sem fios, mas em compensação ele não traz muita vontade nos graves, o que pode não ser tão interessante pra música eletrônica.

        Em termos de som o M50 é mais indicado, mas não vejo como uma pessoa poderia usar um desses na academia. É grande e o cabo longo certamente incomodaria. O Citiscape Uptown talvez seja um melhor meio termo.

        Mas, se vc não se incomodar em ter um fone com uma resposta nos graves ligeiramente mais tímida, acho que o E40BT pode sim ser uma ótima pedida!

        Um abraço!

  • Guilherme Couto

    Sobre o indicador de carregamento, no meu modelo, o bluetooth fica com luz vermelh quando está carregando e apaga ao terminar. Ah e não veio saquinho pra transporte :/

  • Eduardo A. A. Domingues

    Concordo 100% com a resenha. Testei o JBL Synchros E40BT numa loja iDream do Rio. A primeira coisa que notei foi o som NATURAL, sem exageros nos graves e/ou agudos. Vou comprar…!

  • Rodrigo Pena

    Boa tarde, tenho problema com volume em casa (época da vida) por conta de uma criança de 1 ano e meio + um bebê a caminho. Tanto que me desfiz de um Home Theater por esse motivo. Minha Smartv tem bluetooth para conexão com fone de ouvidos. Estou negociando um E40BT e gostaria de saber se ele me atenderia (guardando as devidas proporções) para assistir filmes e escutar músicas FLAC direto da TV.

    • Rodrigo, essa é uma pergunta bastante generalista – em termos de funcionalidade, se vc diz que a TV possui Bluetooth para conexão com fones de ouvido, aparentemente sim. Quanto ao resto, o ideal é que vc leia a avaliação e veja se bate com o que vc busca 🙂

  • José Everton Santos

    Boa Tarde ,
    Eu tenho um e40bt porem achei o som dele muito baixo , sera a qualidade da musica ?

    • Joao pedro

      Boa tarde
      A conexão dele e boa ? ela engasga as vezes ? qual a distancia ele funciona sem problemas?
      obrigado

    • José, isso é estranho, e pode acontecer por vários motivos. Vc tentou aumentar o volume no celular também, além de no fone em si?

      • José Everton Santos

        Bom dia,
        Descobri o problema , era a qualidade da musica baixei em 320 kbps eu acho melhorou 100 % , mais mto obrigado pelo retorno

  • Joao pedro

    Boa tarde, muito bom o testo.
    o Fone e resistente ? pois vi algumas pessoas reclamando da fragilidade.
    você indica algum outro modelo ate 500 reais?
    a conexão e boa? da algum engasgo na conexão? pq comprei um fone pulse multilaser e a conexão fica engasgando as vezes e estou querendo trocar obrigado

    • Olá João, obrigado!

      Veja, numa avaliação de um item cedido temporariamente por uma loja/distribuidor/fabricante, que foi esse caso, não tenho como testar profundamente alguns aspectos. Por exemplo, não tenho como testar os limites de resistência de um fone. O que posso dizer é que ele definitivamente não me parece frágil, pelo contrário.

      Com relação à conexão, não tive qualquer problema. E não tenho conhecimento de nenhum outro bom fone sem fio nessa faixa de preço.

      Um abraço!

      • Joao pedro

        Obrigado pela atenção
        Fui na fenac do bh shopping ontem e o vendedor abriu um para testar, gostei bastante do som, e a conexão me pareceu muito boa pelo tempo que testei.
        a estrutura eu achei boa mas com aspecto de frágil, mas quando se pega ele parece ter uma construção bem resistente. Na fenac o preço esta altíssimo 699,00 mas na internet achei na faixa de 500,00 e 590,00 de 10x . Com essas informações sobre o valor gostaria de pedir mais uma sugestão, você acha que vale a pena juntar mais um pouco e pegar um jbl s400BT por 900,00 que pelo que vi por fotos parece ter a construção bem superior ao e40BT, meu ouvido e bem ruim para notar detalhes, escuto mais rock e eletronica mas quando testei o e40BT achei perfeito.
        Muito obrigado.

        • João Pedro

          Hoje achei o JBL Everest 300 tbm por 999,00 ai ele ou o jbl s400BT que avia perguntado valem a pena no lugar do e40bt . Obrigado.

          • João, o S400BT é muito melhor construído, mas em termos de som é, em minha opinião, bem menos equilibrado. Os graves são muito fortes. Mas, se vc só ouve rock e eletrônica, pode ser até mais legal pra vc. Sobre o Everest, não sei responder porque nunca ouvi.

            Um abraço!

      • João Pedro

        Hoje achei o JBL Everest 300 tbm por 999,00 ai ele ou o jbl s400BT que avia perguntado valem a pena no lugar do e40bt . Obrigado

  • Rodrigo Kladwan

    Cara! Parabéns pelo trabalho profissional que vc faz! Gostei muito e com certeza vc entende daquilo que fala. Adoro música, não me considero audiófilo, pq acho que precisaria de mais conhecimento geral de áudio e música, mas sou eclético, variando desde música eletrônica na academia até piano, jazz, classics, rock e ‘new age’. Ouço música via Deezer no iPhone 6. Melhor coisa que há, sem se preocupar em baixar nada, tão pouco piratear. Tenho o EarPods original da Apple, um Beats Solo original e um JBL E40BT. Vario entre eles, dependendo da necessidade e local que estou. Minha compra do JBL foi recente. Quando testei pela primeira vez, fiquei decepcionado com os graves… Pq é claro, estava ‘viciado’ nos graves do Beats… Havia me arrependido da compra, até que há pouco tempo atrás, comecei a ouvir vários tipos diferentes de música nos 2 fones e percebi que o JBL dá uma sensação de maior ‘estabilidade’ nas músicas, o som parece mais cristalino e natural, enquanto no Beats fica tudo ‘meio pesado’.
    Muito bem, hoje estou mais satisfeito com o E40BT, é um bom headphone mas nada excepcional. Estou querendo ir além, e analisando 3 modelos: Beats Solo2 wireless; JBL Everest 300 e Sony MDR10RBT.
    E agora meu amigo? Rs Já vi que vc gostou do Beats Solo2 (mas será que vale quase 2K no BR?). O da Sony me pareceu cheio de frescuras mas muito bem falado e fiquei mais inclinado ao JBL Everest 300 (gosto muito da marca). Qual seria sua escolha? Grato 😉

    • Olá Rodrigo, obrigado!

      Rapaz, acho que eu não iria em nenhum deles pra ser sincero. Já testei o Everest e não gostei muito, achei os graves exagerados e o resultado desequilibrado, não vale o preço; o Beats Solo2 por 2 mil está caro demais e o MDR10BT é interessante, mas acho que vc também encontra coisas melhores.

      Se vc fizer questão de o fone ser sem fio, eu daria uma olhada nos Parrot Zik, de qualquer geração. São fantásticos e, se vc não se incomodar em comprar usado (eu praticamente só compro fones usados hoje em dia), dá pra achar por menos de 2 mil no OLX ou no MercadoLivre com bastante facilidade! Se vc optar por um de primeira geração, dá pra achar por pouco mais de mil, e vc terá um belíssimo fone por “pouco” investimento.

      Um abraço!

      • Rodrigo Kladwan

        Perfeito amigo. Obrigado pela sua atencao. Vou dar uma pesquisada com calma. Grande abraco e continue afiado! Haha 😉

  • Marina Góes

    Leonardo, como me ajudou a sua resenha! Acho que vou comprar esse modelo mesmo. Só me sobrou uma dúvida: é possível usar esse modelo com fio???

    • Que bom, Marina! 🙂

      Sim, é possível usá-lo com fio sem problema, e a qualidade de som é basicamente a mesma. Esse inclusive é um grande ponto positivo desse fone, já que se a bateria acabar, basta colocar o cabo e vc terá a mesma qualidade. É diferente dos Parrots por exemplo, que se tornam espetacularmente ruins quando usados de forma passiva.

      Boa sorte! Um abraço!

  • Wesley Lessa

    Leonardo, comprei um fone deste há dois meses e o meu tem apresentado ruido durante o uso (como se fosse falha na comunicação com o iPhone). Gostaria de saber se o seu apresenta esse problema?

    • Wesley, boa parte dos fones que avalio não são meus, são cedidos para avaliação. Esse foi um desses casos, e não tive nenhum problema com ele durante o tempo de teste.

      Até comprei um depois, mas foi por outros motivos, e ele nunca foi de fato usado. Acho que vale a pena contactar a JBL para avaliar o problema.

      Um abraço!

      • Wesley Lessa

        Obrigado!!

  • Mik Oliveira

    Excelente review! Descobri o site hoje procurando recomendações de headphones e foi o melhor site/fórum que encontrei sobre o assunto.

    Deixe-me só fazer uma perguntinha, espero que não seja muito ignorante: pra usar o JBL E40BT num computador sem bluetooth eu teria que comprar um adaptador USB, correto? Esse adaptador (por exemplo, um da Comtac que encontrei por 35 reais) pode prejudicar demais a qualidade do som? Não valeria a pena comprar esse headphone se for pra usar dessa maneira?

    Muito obrigado desde já, e parabéns pelo trabalho, mais uma vez.

    • Olá Mik, obrigado!

      Isso, vc precisaria de um adaptador bluetooth – e sinceramente, não sei como é a qualidade desses adaptadores, principalmente um de 35 reais. Outra opção é usar o fone com fio mesmo, mas se vc só for usá-lo dessa forma, de repente seria melhor pegar o Synchros E30 – que é justamente o E40BT em versão com fio.

      Um abraço!

      • Thiago Souza

        No review você fala que da pra usar ele com e sem fio certo. Dai nao entendi muito bem o que o Mik perguntou. Eu posso usar ele com e sem fio? ou tem só dá pra fazer isso no celular? ou só no pc? nao entendi. obs.: meu notebook tem p2 e bluetooth.

        • Thiago, é o seguinte: o Mik tem um computador que não tem bluetooth. O E40BT, como explico na avaliação, pode ser usado tanto sem fio, bluetooth, como com fio, passivo, desligado. Então o Mik tem duas opções para ligar o fone ao computador:

          1) Usar o E40BT com fio
          2) Comprar um adaptador bluetooth para colocar no computador, o que permitiria que ele se conectasse ao fone sem fio.

          É isso.

          • Thiago Souza

            Ahhh. Entendi 🙂

  • Otto Glasner Filho

    Olá … parabéns pelo review! A propósito: Achei o som excelente. Custo Benefício Otimo! Acontece que o som e sua qualidade é notada quando estou “parado” (sentado … deitado …enfim) … SE eu levanto e começo a ANDAR, o contato das pisadas com o chão faz passar toda reverberação para os fone ficando uma sensação no mínimo estranha, pra não dizer FRUSTRANTE. Será um defeito do meu fone? Obrigado.

  • Otto Glasner Filho

    Olá … parabéns pelo review! A propósito: Achei o som excelente. Custo Benefício Otimo! Acontece que o som e sua qualidade é notada quando estou “parado” (sentado … deitado …enfim) … SE eu levanto e começo a ANDAR, o contato das pisadas com o chão faz passar toda reverberação para os fone ficando uma sensação no mínimo estranha, pra não dizer FRUSTRANTE. Será um defeito do meu fone? Obrigado.

    • Olá Otto, obrigado!

      Acredito que não seja nenhum defeito… me parece uma interação infeliz entre o fone e a sua cabeça. Ele deve estar com um encaixe apertado, que proporciona essa transferência. Imagino que seja desagradável, mas não há muito o que se fazer…

      Um abraço!

  • Thiago Filipe

    Leonardo, nos últimos 4 anos utilizei fones da AKG, o K418 e k404, gostei bastante de ambos, inclusive considero o K418 o melhor fone que já tive e utilizei, tanto pela qualidade do som, quanto pelo conforto que ele tinha. Mas esse ano perdi os dois fones pelo mesmo motivo: fio. Um quebrou no meio e o outro no plug. Sendo assim, to em busca de um fone sem fio, já era uma conta de antiga, mas só ta dando para realizar agora. Minha dúvida é, na qualidade do som, comparado aos akg’s, vale a pena comprar esse jbl? Sua resenha é incrivelmente muito bem feita e detalhada, e um ponto dela me deixou receoso com esse jbl, que é os graves, eu gostava muito dos graves do Akg, será que a diferença é muito grande?

    Tu consegue me ajudar?

    Abraços e parabéns pelo trabalho!

    • Olá Thiago,

      Minha experiência com esses AKGs portáteis de entrada é muito limitada, mas pelo que sei eles costumam ter graves mais fortes – e isso vc não vai encontrar no E40BT. A diferença é sim bastante considerável.

      Um abraço!

  • Excelente review, comprei o meu JBL na semana da black friday pelo shoptime, demorou para chegar mas chegou, dependendo da qualidade do aúdio para quem gosta de hip hop ou eletrônico da qual o grave é importante pode ficar meio frustado, mas fiz os testes ouvindo com alta qualidade e realmente foi uma surpresa, tenho um notebook da Dell XPS que possui o audio da JBL e sabia da qualidade do mesmo, se você quiser ouvir um bom blues e rock and roll o phone irá lhe proporcionar uma experiência incrível. Talvez uma coisa que poderia acrescentar na sua review é sobre praticar corrida ou ciclismo com o fone quanto ao suor ou umidade ele possui uma ressalva no manual sobre isto, mais uma vez, parabéns pelo review. Abraços

  • Rodrigo Elhail

    Oi Leonardo, review muito top, tbm sou leitor da sua revista, que é top tbm.Comprei um E40BT, mas o som não me agradou, acabei devolvendo na loja. eu tenho um AKG k404 e gosto muito do som desse fone, tem graves bem definidos. você conhece algum fone sem fio semelhate ao AKG K404 ou que tenha graves, porque o E40BT, na minha opinião e conforme comentado no review, deixa muito a desejar nesse ponto. É para escutar Rock (Black Sabbath, Deep Purple, Led ze…..)

    • Obrigado, Rodrigo!

      Infelizmente, o E40BT é o único fone bluetooth bom que conheço nessa faixa de preço. Outras boas opções são muito mais caras. Mas se o que vc quer são mais graves, pode pensar no S400BT – só que é BEM mais caro.

      Um abraço!

  • Julio

    Excelente resenha! Leonardo, você já testou a versão E50BT? Abs.

    • Olá Julio, infelizmente não! Um abraço!

      • Julio

        Agradecido, Leonardo!

  • Cláudio YH

    Uma pergunta: Esse fone isola os ruídos externos no nível de qual fone? Eu tenho um AKG Y50 e ele isola muito bem, mas eu estava pensando num fone sem fio para completar.

    Pretendo usar no metrô e ônibus.

    • Cláudio, isso é muito difícil dizer, quanto mais porque não o ouço há muito tempo… mas o isolamento, pelo que me lembro, é bem satisfatório.

  • Julio Galindo

    Tenho uma dúvida: Não consigo utilizar o JBLE40BT enquanto está carregando. Isso é uma característica normal desse fone?

    • Olá Julio,

      Infelizmente não sei te dizer! Recomendo a vc checar o manual.

      Um abraço!

  • Leonardo Alves

    Bom dia!!! Excelente artigo. Parabéns! Você saberia dizer se esse fone funciona conectado em um PC via Bluetooth para atender chamadas VoIP, semelhante Skype? E outra coisa vi que ele tem uma tecnologia pra conectar 2 fones Bluetooth dá JBL e compartilhar a música. Tenho a Flip3 dá JBL também é tem a mesma função, pra conectar 2 Flips, sabe dizer se dá pra conectar 1 Flip em um fone? Abraço

    • Obrigado, Leonardo!

      Olha, acredito que funcione sim, mas o melhor seria confirmar com a JBL. Sobre essa conexão, também não sei te dizer… mas também apostaria que sim.

      Um abraço!

  • Felipe Portela Pires

    Olá, você já testou o Pulse PH150? pela diferença de valores 150 o pulse e 300 esse da JBL, qual você indica?

  • Cleber Vilas Boas

    Leonardo, estou procurando um fone sem fio para usar com o iphone 7. Por enquanto estou usando um Koss PortaPpro junto ao adaptador lightning que acompanha o celular. Mas estou notando muita distorção.
    Para quem está acostumado ao conjunto Fiio E10 + Senheiser 518, esse JBL E40bt ligado ao celular apenas por Bluetooth é o suficiente?

    • RainieR Almeida

      Comprei o E40bt mês passado. Ele sonoramente é muito bom mesmo. Mas ele quebrou com uma semana de uso. Ele é feito de um plástico muito frágil, uma das vezes que fui abrir o fone para por no pescoço a alça dele trincou. Também senti desconforto na orelha depois de um tempo de uso.

      • Cleber VB

        350 reais quebrando assim complica. Alguma sugestão?

    • Cleber, em minha opinião, seria bem legal sim.

      Mas, de fato, o relato do Rainier preocupa… até porque a JBL tem um histórico de probleminhas assim. O J88 sofria muito disso. Mas é a primeira vez que ouço do problema no E40BT, então pode ter sido azar! Vc chegou a entrar em contato com a marca?

      • Cleber Vilas Boas

        Acabei comprando um fone diferente, o intra auricular JBL E25BT. Surpreendi com ele, pois os graves chegam no nível do meu Senheiser, e distorce menos que usando esses fones com o adaptador lightning no iphone. Porém ele, ainda nessa comparação, tem menos médio e o agudo é mais áspero. O Senheiser com o Fiio o áudio fica mais suave (não sei o termo correto) e distorce menos. Seria interessante vc testar esse para comparar com o E40BT.