Superlux HD681

Assim como no caso do Sennheiser HD 202 II, trago uma boa notícia: geralmente, quando recebo fones para avaliação – seja de marcas, de revendedores ou de amigos –, costumo ter que enviá-los novamente para o dono. Mas esse Superlux HD681 foi cedido pela AudioTAG, uma loja on-line de eletrônicos com foco em fones de ouvido, para que ele fosse avaliado e, então, sorteado entre os leitores do site. O sorteio será realizado na página do Facebook da loja. Vale lembrar que não tenho qualquer afiliação à empresa ou ao sorteio em si, que foi totalmente organizado por ela.

 

INTRODUÇÃO

AKG K240

AKG K240

Após alguns anos de hobby, aprendi que mais caro não quer dizer melhor e que não é preciso desembolsar fortunas para conseguir maneiras incríveis de escutar música.

Apesar de ter um Sennheiser HD800, um Grado HP1000 e um Audio-Technica W3000ANV, o fone que mais uso é o Sennheiser HD650. E mesmo tendo um JH Audio Roxanne para ouvir fora de casa, tenho usado muito meu Parrot Zik 2.0. Em minha opinião, mesmo que fones mais sofisticados tragam diversos benefícios, no final das contas fones mais simples podem também trazer muitas coisas interessantes para a mesa. Por isso, gosto de testar fones independente da categoria ou da faixa de preço.

A Superlux é uma fabricante de fones, microfones e outros eletrônicos de Taiwan que tem ficado cada vez mais popular por, pelo que dizem, trazer uma relação custo-benefício imbatível. O curioso é que quase todos os modelos da marca são cópias descaradas (algumas levemente modificadas) de fones clássicos: AKG K240, Beyerdynamic DT770 Pro, Sony MDR-7506 e Sennheiser HD 25 são algumas das vítimas. Tenho a teoria de que são clássicos cuja patente de desenho industrial já expirou.

O HD681, “homenagem” ao AKG K240, é um dos modelos mais acessíveis da marca, e por isso é também um dos mais populares. Trata-se de um circunaural semi-aberto de 130 reais.

 

ASPECTOS FÍSICOS

De imediato, o HD681 já ganhou um título: nunca vi um fone com uma embalagem tão simples. É literalmente um pedaço de papelão com o fone no meio, coberto por plástico. Se fosse um fone mais caro eu me importaria, mas como não é, a sensação que tenho é que não foi gasto dinheiro desnecessário na embalagem, e isso é bom. Os acessórios são apenas uma bolsa de tecido para transporte e um adaptador P2-P10 rosqueável.

IMG_7111O fone em si, como já dito, é uma cópia do AKG K240, com algumas poucas diferenças estéticas e de acabamento. É visivelmente um fone simples, com acabamento condizente, mas para um sua faixa de preço é o suficiente. 

Ele é leve, apesar de grande, e há pouca pressão lateral ou superior. Em termos de conforto é satisfatório, e minha maior reclamação fica por conta do formato pouco anatômico das espumas, que são de courino e removíveis. Não é que incomode muito, é só que ele não dá a sensação de encaixe de fones mais sofisticados. Há pressões em alguns lugares específicos e folgas em outros, o que mostra que não houve um trabalho muito extenso de ergonomia como o HD681.

O cabo é longo e aparenta ser resistente, apesar de infelizmente não ser removível, ao contrário do que ocorre no HD668B. Por ser grande, semi-aberto e possuir um cabo longo, não é ideal para uso portátil, apesar de ser um fone relativamente fácil de ser empurrado.

 

O SOM

A sonoridade do HD681 é um pouco difícil de descrever, mas estou realmente tentado a usar uma palavra: sensacional. Independente da faixa de preço. No entanto, estou ciente de que isso acontece porque ele possui uma sonoridade muito específica, que talvez seja um pouco ame-o ou deixe-o. Estou com os dois pés na primeira opção.

IMG_7112O que acontece é que esse Superlux possui muita atividade nos agudos e bastante presença nos sub-graves. Curiosamente, em minha opinião essa costuma ser uma receita para o desastre, mas de alguma forma o HD681 não me passa a sensação de ser excessivamente em V. O vejo é um fone que aparenta ser consideravelmente transparente e detalhista mas ao mesmo tempo forte e autoritário, o que compõe uma apresentação espacial porém muito envolvente.

Vamos começar pelos graves: já li em alguns lugares que o HD681 é um fone que carece de presença nas baixas frequências, mas discordo fortemente dessa afirmação. Há bastante peso nos sub-graves, mas é um incremento bem feito que não prejudica em nada as outras regiões do espectro. O resultado é bastante peso, mas de uma forma incisiva e autoritária. Os graves não são exatamente firmes, mas também não os considero excessivamente lentos e soltos. Estão num interessante meio termo. Há razoável textura e definição e excelente extensão, com oitavas baixíssimas devidamente apresentadas.

Os médios talvez sejam a parte mais complicada do Superlux, porque eles são notavelmente recuados, mas de alguma forma, é uma apresentação que me soa condizente com o todo. Quando o comparo imediatamente a qualquer um dos meus fones, exceto talvez o HD800, é evidente que o HD681 possui pouca presença nessa região. Por isso, em alguns gêneros acho que vozes, guitarras e outros gêneros que dependam de desenvoltura nos médios poderiam ter mais presença.

O resultado é uma percepção de que parte da transparência notada de início é apenas aparente, já que algumas informações provenientes dos médios não são devidamente explícitas. Mas, novamente, é uma característica que parece fazer bastante sentido tendo em vista a apresentação geral do fone, que ao invés de intimista é mais espacial. Vale observar que não estou aqui falando de um defeito que poderia ser explicado pelo fato de estarmos falando de um fone muito barato, e sim explicando uma característica que pode ou não agradar, independente do quanto ele custa. Inclusive, apesar de estarem recuados, os médios me parecem consideravelmente naturais – mais do que no Audio-Technica ATH-M50 e no Sennheiser HD449, por exemplo.

IMG_7117Os agudos, como dito anteriormente, são muito fortes. Estão à frente na apresentação e, em muitos casos, me soam ásperos. Definitivamente é algo que vai fazer com que muitos não consigam apreciar o HD681, apesar de existirem algumas modificações que atenuam essa característica. É uma quantidade de agudos comparável à do HD800, apesar de esse último apresentar toda a região levantada, e não apenas alguns picos como o HD681, e de ele ter menos presença nos graves.

Dito isso, dissecar a sonoridade desse Superlux talvez não seja a forma ideal de analisá-lo. Apesar dos agudos fortes e dos médios recuados, estou realmente impressionado com o que estou ouvindo desse fone. Para alguns gêneros ele é simplesmente fantástico, independente de ser um fone de meros 130 reais. O que acontece é que ele apresenta um pouco da personalidade do Sennheiser HD800 e do Sony SA5000, tendo um lado mais analítico e espacial, mas o acentuado peso nos sub-graves o confere bastante autoridade sem prejudicar essa personalidade.

Trilhas sonoras de filmes se beneficiam da forte presença dos graves e dos agudos, e estilos como MPB, jazz, música clássica e outros gêneros acústicos se dão muito bem com a pegada mais refinada e levemente analítica do Superlux. Música eletrônica também traz belíssimos resultados. A Stronger, do Kidnap Kid, me dá arrepios com o HD681. E surpreendentemente, ele definitivamente não faz feio com gêneros mais pesados como rock e metal. Apesar de eu achar que um pouco mais de presença nos médios em relação aos agudos faria bem, os sub-graves acentuados o conferem uma qualidade muito divertida, que faz com que boas gravações de rock tenham bastante energia. O bumbo da incrível Open My Eyes do Rival Sons, por exemplo, é uma verdadeira porrada.

 

CONCLUSÕES

IMG_7115Apesar de eu saber que é possível ter tanto prazer com fones baratos quanto com os mais sofisticados, confesso que me surpreendi com o quanto gostei do Superlux HD681. Os graves podem não ser os mais firmes, os médios poderiam ter mais presença e os agudos são muito fortes, mas esse circunaural barato mostrou uma personalidade que me agradou tanto que estou seriamente considerando comprar um para mim.

Ao mesmo tempo, devo deixar algumas coisas claras: no hobby, é muito comum que de vez em quando leiamos relatos sobre os mais diversos “giant-killers”: fones baratos que conseguem brigar com valentões muito mais caros. Esse tipo de relato em minha opinião é perigoso, porque no final das contas tudo é uma questão de gosto. A pessoa pode ter gostado muito do que um determinado fone apresenta e isso faz com que ele o prefira a outras opções mais sofisticadas, mas é uma questão totalmente pessoal. O resultado de relatos desse tipo geralmente são decepções.

Então, quero deixar evidente que não posso garantir que você vá gostar do Superlux HD681 tanto quanto eu, já que ele possui uma personalidade singular que não necessariamente se encaixa com o seu gosto. Mas posso garantir que adorei esse fone, não importando o quanto ele custa. Provavelmente, inclusive, tomará o posto do meu ATH-M50 como o fone da minha coleção para música eletrônica.

Independente do valor, o Superlux HD681 é um ótimo fone. Em sua faixa de preço, porém, ele é espetacular.

 

Superlux HD681 – R$129,90

  • Driver dinâmico único
  • Impedância (1kHz): 32 ohms
  • Sensibilidade (1kHz): 98 dB/1mW
  • Resposta de Frequências: 10Hz – 30kHz

 

Equipamentos Associados:

Portátil: iPod Classic, Sony Xperia Z2

Mesa: Mac Pro, Yulong D100, HeadAmp GS-X

 

Onde comprar:

AudioTAG

MegaMamute

Beaver Music

211 Comments
0
  • gabriel Albano

    Eu possuo um e concordo com tudo o que eu li. Se este fone tivesse um pouco mais de grave eu nem pensaria em comprar outro.

    • Rapaz, como disse na avaliação, pra mim os graves já estão de bom tamanho!

  • Altrunox

    Eu sinceramente estou impressionado com o que você achou dele, não imaginava que ia gostar tanto, principalmente dos graves! Se tivesse um extra nos graves, você acha que seria um exagero?
    Bom fico feliz que agora eu definitivamente paro de pensar num upgrade na faixa dos 100 dólares, e vou partir direto pros 300, quando sobrar dinheiro é claro…

    • Athos

      Cara, ele já tem bastante grave! É sério! Rsrsrs

      • Altrunox

        Pô, acho que vocês iam detestar o Evo então…

        • Athos

          Hahaha, po dependendo do momento eu ia adorar!

        • Giovani, o EVO tem muito mais grave, é? Eu acharia que mais que o HD681 seria meio exagerado sim!

          • Carlos Augusto Garcez Machado

            Pense numa inversão dos agudos do HD681 pelos graves no EVO, é basicamente isso, apesar de eu ser louco pra ter um EVO também!!

          • Fernando Henrique Stahelin

            Meu HD681 não tem muito grave, acho q é por causa da minha placa kkk

  • Athos

    Ótimo review e que legal que gostou do fone Leo! Concordo contigo, ele é fantástico, e quando vc vê o preço então, é de chorar. Como eu tinha falado, ele consegue brigar muito bem com o M50 (mas no final ainda prefiro este hehehe). Agora sobre essa característica dos agudos (que o Tyll tmb ressaltou), é engraçado que não os achei fortes nem ásperos. Pra mim estão na medida!
    Um fato interessante que também notei foi a escalabilidade do Superlux, passando de um celular pra um setup portátil e depois pra um sistema de mesa. Achei bem notável a melhora.

    Segue mais uma indicação de uma loja de confiança (foi onde comprei):
    http://www.beavermusic.com.br/loja/index.php?route=product/product&product_id=297

    • Opa, obrigado pela sugestão de loja, Athos!

      Cara, e vou te falar que pra música eletrônica prefiro o Superlux, sabia? Estou inclusive achando que vou fazer a troca… não é que eu prefira o HD681 em todos os casos, mas é que só uso o M50 ou para música eletrônica ou como portátil quando não quero usar um IEM, mas para esse uso comprei um Parrot Zik… então acho que o M50 vai cair fora hahaha!

      Aí estou em dúvida entre o HD681 e algum modelo superior da marca, como o HD681 EVO, pra ver como é. Vamos ver!

      Abração!

      • Athos

        Hahaha poxa coitado do M50, vai se sentir excluído. Mas se eu fosse vc ficava com ele tmb, primeiro pq é um fone fechado que isola mt bem (coisa q o HD681 não faz, e dependendo da situação é importante) e depois pq é legal pra vc usar em comparações de analises futuras. Por falar nele, vc fez mesmo o mod do cabo removível?
        Abraço!

        • Mas então, o negócio é que pro meu uso o isolamento não faz diferença! A única questão é o que vc disse, o M50 é uma ótima referência para avaliações, né… mas não cheguei a fazer o mod não!

  • Rafael Nicolay

    Parabéns pelo review! Comprei o meu Superlux depois de muita pesquisa, chegou há três semanas. Todos elogios que li se mostraram reais.
    Não sou audiófilo, então ouvir uma pessoa que usa fones muito mais caros elogiando esse Superlux só reforça minha escolha.
    Se não for pedir demais… Alguém poderia dar dicas de equalização pra deixar o fone ainda melhor?

    • Olá Rafael, obrigado!

      Olha, eu não costumo usar equalização, mas reduzir os agudos é um bom começo!

      Um abraço!

  • Lucian Sturião

    Meu próximo fone, acabei de comprar haha.

    Fazia tempo tava procurando um fone CxB depois que, infelizmente, vendi meu antigo Porta PRO.
    Vai ser meu próximo fone pra uso em casa/trabalho!

    Abraços

    • Espero que goste, Lucian!

      Um abraço!

    • Luiz Ricardo Silveira

      Rapaz, estou justamente na dúvida entre um Porta Pro e este Superlux!
      Você poderia me passar suas impressões após estar com o fone em mãos? Estou na dúvida! 🙁

      • Lucian Sturião

        Posso sim amigo!

        • Luiz Ricardo Silveira

          Obrigado! 😀

          • Lucian Sturião

            Não sei se já comprou, mas o que percebi (comentários de um não audiófilo, mas “gostador” de som haha), fazendo a comparação de um fone com o outro:

            Primeiramente gostaria de dizer que na minha leiga opinião os 2 fones são muito parecidos em questão de som.

            O Superlux me parece bem mais difícil de empurrar que o Porta PRO. Minha primeira impressão não foi tão boa. Meu computador com placa de som que veio na Gigabyte P67-UD5 não conseguiu empurrar o fone suficientemente quando usando o Spotify, se for esse o objetivo e não tiver uma placa de som off-board ou amp, talvez fique decepcionado.

            Baixei alguns albuns Flac e foobar2000 pra fazer uma avaliação decente. Aí o fone conseguiu mostrar seu potencial, rs. Fone bem “alegre”, nem um pouco flat (o que pro meu gosto é bom). Agudos são realmente mais fortes que o desejado. Estou usando o equalizador com agudos reduzidos pra ficar do jeito que gosto. Graves estão na medida. Gosto de músicas eletrônicas/pop e está me agradando bastante.

            Ouvindo o Superlux no iPhone usando o próprio Spotify tive também que usar a equalização “Agudos reduzidos”.

            Já o Porta PRO sempre me pareceu ter a assinatura ideal. Pelo menos no inicio. Parece que com o tempo os alto falantes vão perdendo a qualidade que tinham no inicio. É um fone muito bom, mas a qualidade de construção não é um do seus fortes.

            Sobre conforto, o Porta PRO (IMHO) é muito melhor. Mas depois de alguns meses a espuma dele (e ele próprio, se não tiver cuidado) se desfaz.. 🙁

            O Superlux é bem calorento, por causa das almofadas de couro sintético.

            Se fosse pra eu escolher, escolheria o Superlux, apesar de gostar mais da assinatura do Porta PRO, por saber que com o passar do tempo o Porta PRO tende a se despedaçar. E porque com algum ajuste o Superlux me agrada tanto quanto o Porta PRO.

  • Bassa JC

    Já conhecia a marca e tinha ouvido justamente esse fone. Sabia que prestava muito bem pelo pouco que custava. Nessa faixa, abaixo dos 150, difícil coisa melhor. Tanto que faço coreto na indicação do modelo.

  • Ícaro Tessmann Vieira

    Boa noite, pretendo comprar este fone (HD681), porém encontrei o HD669 que pareceu ser superior e pouca diferença de valor. Alguém já testou ou comparou com este outro modelo?

  • Luiz Ricardo Silveira

    Que bom ler isto!

    Atualmente estou num dilema… começo aos poucos a me interessar por esta área, e gostaria de uma dica, se possível. Ouvi falar muito bem deste Superlux, quando eu já estava quase certo por um Koss Porta Pro.

    Eu sei que há muita diferença de preço entre um e outro(Porta Pro sendo quase o dobro), e que os dois são totalmente diferentes entre si(Um sendo circumaural e outro supra-aural, correto?), mas mesmo assim fiquei em dúvida quanto a estes dois.

    Tentando buscar um resultado o mais natural possível, levando em consideração e entendendo a limitação da faixa de preço(até uns R$300,00), recomendariam-me qual? Fiquei inclinado ao Superlux, já que circunaurais possuem benefícios quanto ao isolamento, mas o Porta Pro parece-me mais equilibrado.

    • Athos

      Luiz, na realidade estes fones custam praticamente a mesmas coisa lá fora (acho que a diferença é de 5 dólares), então sinceramente não sei pq o Koss custa bem mais que o Superlux aqui (talvez seja a demanda…)

      Bom, quanto ao som, achei o PortaPro bem legal tmb, e soa um pouco diferente do HD681. Mas sinceramente, acho o Superlux bem superior, ficaria com ele sem pensar duas vezes.

      Agora, por serem semi-abertos, os dois não isolam praticamente nada dos barulhos externos.

      Aproveite o restante dos 300 pra comprar um player legal e um amp portátil (sansa clip + fiio e6 por ex.)

      • Luiz Ricardo Silveira

        Obrigado pela resposta! Quando tinha apenas o Porta Pro em mente, infelizmente tive que excluir o amp portátil do orçamento. Mas vendo agora os resultados do Superlux, a coisa muda.
        Abraços!

        • Luiz, eu acho que são fones bem diferentes em vários aspectos, principalmente em sonoridade. Nesse quesito, o Koss é mais quente e compacto, enquanto o Superlux é um pouco mais frio e espacial. Apesar de preferir o HD681, imagino que muitas pessoas vão preferir o Koss também. Vai de gosto!

          No entanto, é importante frisar que o Koss é bem mais compacto e, apesar de não isolar nada, pode ser usado como portátil. Com o Superlux, isso seria bem difícil!

          • T-800

            Obrigado pela resposta!
            Acredito que vou de Superlux mesmo! Pelas características de sonoridade, acredito que ele irá me atender melhor. Portabilidade não é um problema, já possuo um In-Ear da AT que tem me atendido razoavelmente bem por enquanto.
            Com o valor que sobraria, seria interessante investir no Fiio e6, como sugerido?

          • Hmmm… olha, primeiro eu testaria o fone na fonte que vc já usa. Se achar que falta fôlego, o que acho improvável, aí vc pode pensar no E6!

          • T-800

            Perfeito! Obrigado pela resposta. 🙂
            Vou dar mais uma pesquisada, para ver se acho alguma outra opção dentro do orçamento de até uns R$300,00, mas o Superlux parece-me realmente interessante.

  • Marcello

    Obrigado pelo review, sempre quis saber o que vocês achavam deste fone. Aguardo também as análises do EVO e do 668b, ambos também extremamente elogiados.

    Agora, esse HD681 é bem feinho, eim, haha

    • Marcello, espero ter a oportunidade de ouvir esses modelos! Um abraço!

  • João Paulo Almeida Ávila

    Muito bom o review, o fone realmente parece ser incrível para o preço. Gostaria apenas de tirar algumas dúvidas: primeiro, quando você diz que o fone é espacial, você se refere ao palco sonoro dele?
    Outra dúvida, para heavy metal qual seria o mais indicado Superlux HD681 ou Sennheiser HD202-II? Estou pensando em pegar um deles, já que terei que adiar a compra do ATH-M50x.
    E por fim, qual desses dois teria o melhor palco sonoro? Sei que não tem como esperar muita coisa nessa faixa de preço, mas um palco um pouco melhor já faria diferença pra mim, pois também irei usar para jogar.

    • Olá João! Sim, me refiro ao palco.

      Para metal, acho que os dois podem te agradar, mas fico com medo de o Superlux ter agudos demais. Considero ele superior ao Sennheiser, mas esse último possui uma apresentação que tem muito menos chances de desagradar, entende?

      Em compensação, para jogar, o Superlux me parece consideravelmente superior.

      Um abraço!

      • João Paulo Almeida Ávila

        Entendo. Estava pensando em pegar o Superlux porque queria arriscar um mod que vi para diminuir o pico no agudos, além disso o fato de ele ter bastante presença no graves e sub-graves, como você citou, também me animou, pois em músicas dá mais “presença” para a bateria e principalmente para o baixo. Já o Sennheiser dispensa apresentações, não há nem o que falar.
        Infelizmente não tenho como testar nenhum dos dois, pois moro em Fortaleza, e além de nunca ter visto nenhuma loja que venda o Superlux, a única que vendia Sennheiser não repõe o estoque há um bom tempo.
        Obrigado pela ajuda, valeu”

  • Ivan H.

    Acompanho suas análise a algum tempo e as respeito e levo em consideração, fiquei muito feliz ao ler a sua análise sobre o HD681, tenho um e é o meu predileto para games e uso genérico junto ao computador, gostei tanto que fui atrás de outros da marca, o HD660 (que dá pra achar no ML) esse é uma cópia visual do DT770, mas só no visual, o som é próximo do HD681, mas os médios são mais evidentes, tb acabei entrando na fissura e comprei da china o HD330, que também é ótimo, eu recomendo e espero que vc tenha a oportunidade de experimentar esses. No geral, o que dá medo neles é a construção, um pouco rústicos e frágeis, primcipalmente o HD681. grato pelo seu trabalho e por compartinhar a sua opinião.

    • Obrigado pelo relato, Ivan! Ainda quero testar outros modelos da marca. Um abraço!

  • Paulo Henrique

    Meu único problema com o HD681 são as almofadas me causa uma coceira infernal, seria interessante ver uma analise do Panasonic rp-htf600 =/

    • Paulo, vc pode testar as almofadas de veludo, é possível que melhorem essa situação!

      Quanto ao Panasonic, dependo de empréstimos, mas se eu tiver a oportunidade, certamente irei avaliá-lo.

      Um abraço!

      • Chicão

        Onde consigo essas almofadas?

        • Paulo Henrique

          aliexpress

  • Lucas Melo

    esse fone é melhor que um akg k99 ? Estou na dúvida entre os 2

  • Carlos Augusto Garcez Machado

    Sou dono de um a cerca de 1 ano, e foi por indicação de amigos que conhecem bastante do assunto, já que não pretendia gastar muito num fone na época e simplesmente adorei logo de cara, lembrando que eu estava largando um Razer Carcharias (sim, eu já fui um boçal a esse ponto) e gostei tanto que comecei a pesquisar mais sobre o assunto e acabei me tornando um audiófilo amador, tudo por causa desse fone e hoje sou o feliz proprietário do meu HD681 modificado (com o mod para melhora de isolamento e earpads de veludo) pra uso no PC, um Sennheiser HD 202II pra uso no smartphone nos dias de viagens mais longas, de um Xiaomi Piston V2 (sim, esse fone é SENSACIONAL pelo preço que se paga, em todos os aspectos) pra uso diário no smartfone e de um Awei ES900i que acabei comprando por indicação e apesar de ser um bom fone pelo preço diminuto do mesmo, eu não gostei muito da equalização e assinatura sonora do mesmo, e pretendo me aprofundar ainda mais no mundo audiófilo e futuramente fazer novas aquisições e aprender cada vez mais!! 😀

  • Renato_Silva_dos_Santos

    Caramba estou impressionado com usa avaliação. Pra você pensar em dispensar o seu M50. Me deixou muito curioso para ouvir esse fone.

    • Renato, só pra deixar claro, não é que eu considere o Superlux superior ao M50 em todos os casos; é que para o uso que faço do AT, o HD681 seria mais interessante!

      • Renato_Silva_dos_Santos

        Entendi. Eu pretendo comprar um fone mais divertido e o Grado sr80i. Estava muito afim de pegar um M50, mas o dolar esta muito alto. Talvez esse Superlux possa ser uma boa. Já que eu tenho o Shure 840 e HD598. E também só pelo gosto de ouvir hehehehe

  • jjaguar

    Olá,
    Léo, parabéns pelo Review, acho que será um dos mais acessados do teu site, pois são pouquíssimas as avaliações desse bom fone encontradas pela net.
    Curiosamente acho que sua avaliação dos médios e agudos do HD681 foi o que a maioria das pessoas percebem.
    Cara, mas com relação aos graves, fiquei surpreso com tua percepção. É sério que achastes os graves dele fortes? Achei débeis, apesar de um pouco secos e rápidos, o que me agrada. Quando comprei, vi muitos relatos de ausência de graves, não achei exatamente isso, mas definitivamente, graves fortes, fiquei surpreso mesmo com essa percepção.

    By the way,
    Se quiseres testar o HTF600 terei o maior prazer de te enviar para análise.

    Abraços!!!

    • Opa, muito obrigado! E de fato, já foi o mais acessado, o dia seguinte da publicação foi meu recorde de visitas 🙂

      Quanto aos graves, eles são perceptivelmente fortes, o que inclusive pode ser visto pelos gráficos. Ele tem mais graves que o Audio-Technica M50, por exemplo. O que acho que pode fazer as pessoas acharem que ele tem pouco grave é o fato de o incremento ser feito nos sub-graves, e não nos médio-graves como a maioria das pessoas está acostumada, entende? Também é possível que os agudos fortes distraiam um pouco. Mas ele definitivamente tem bastante presença nas baixas frequências.

      Sobre o Panasonic, adoraria! Só preciso esperar dar uma aliviada aqui porque estou com muitos equipamentos emprestados para avaliar, mas aceito sua oferta 🙂

      Um abraço!

      • jjaguar

        Ok, Leo.
        Quando tiver tempo, e quiser, é só mandar uma MP (Meu nick do MTH é o mesmo: jjaguar).

        Abraços!!!

  • Luzimar Neto

    Leonardo
    Tem como descobrir se uma musica foi convertida de um formato lossy para um lossless?

    • Olá Luzimar,

      Dependendo da música sim, através de uma análise temporal de frequências em programas como o WavePad. Na conversão para mp3, em algumas músicas, é visível que há um corte em frequências acima de 19,5kHz. É a única forma.

      Um abraço!

  • Leonardo

    Ei Leonardo, estava lendo uma análise sua e você citou algo do Californication não ser um exemplo, pois bem, um cara pegou a versão “Unamastered” do álbum e re-masterizou ela priorizando a dinâmica e o stereo, confere: http://youtu.be/vTUVcKDDOBY e faz um AB com o original e me diz o que achou! Abs!

  • Diego Knut Weber

    vocês poderiam fazer o review do Samson SR950, seria uma versão closed-back do superlux. o som dele é muito bom, eu possuo um.

    • Olá Diego,

      Dependo de empréstimos para as avaliações, mas se eu tiver a oportunidade, certamente avaliaria um.

      Um abraço!

  • Raphael Barbosa

    Pra quem já tem um M50 e quer um fone semiaberto com assinatura diferente (mais ou menos nessa mesma faixa de preço) ele é recomendado ou tem outros modelos melhores?

  • Lucas Dröse Ribeiro

    Bom dia.

    Ainda sou muito leigo em relação a fones, quais tipos de faixa tem a melhor definição de áudio e coisas do tipo, recentemente me deparei com seu site e até agora gostei muito do que li. Não consigo passar um dia sem ouvir música, atualmente escuto em um PC (placa onboard) e meu celular (Spotify) no computador uso este modelo citado na review acima (Superlux HD681) pelo qual paguei R$ 87 e no celular um Razer Moray que ganhei de presente. Já fazem mais ou menos 2 anos e meio que uso este Superlux e para mim os problemas dele são: 1º o fio que é de baixa qualidade e ressecou com pouco mais de 1 ano de uso, 2º as almofadas que são de plástico e que após algumas horas de uso deixam suas orelhas suadas. 3º os agudos que para uso prolongado são muito cansativos. Porém tudo que citei pode ser resolvido, atualmente troquei o fio, estou para comprar um par de almofadas de Veludo (como não se acha deste modelo estou a procura de um par do AKG K240) e para o problema dos agudos me deparei com um passo-a-passo de como fabricar um filtro para ser instalado nos speakers do fone.

    PS: não sei se é permitido postar links aqui, caso seja me desculpe, mas deixarei o forum do qual retitei as informações e no qual me aprofundei neste fone que pelo preço que paguei é ótimo.

    http://rockgrotto.proboards.com/thread/4769/superlux-hd-681-modifications

  • Gabriel Sussumu

    Fico feliz de ler o review, fiquei bastante ansioso depois que comprei o meu. Apesar de variar de gosto para gosto, como você mesmo disse, gosto da sua opinião mais técnica e de quem testou muito mais equipamentos.
    Tenho o meu há quase um ano e devo dizer que não gostei dele no início. Pareceu agudo demais e até me irritava um pouco. Por outro lado achei bem confortável e é um daqueles fones que até se esquece que se está usando. Depois de algumas semanas passei a gostar mais e fico bem triste de não poder usar em todos os lugares devido ao isolamento, tamanho do fone e formato da minha cabeça que acaba ficando bem esquisito.
    Ouço muito podcast e percebo que as vozes ficam muito mais naturais. O palco sonoro também é excelente.

    Na época comprei por cerca de 90 reais + frete. Valeu muito a pena.

    • Que bom, Gabriel! Também gostei muito. Tanto que acabei comprando um para mim também!

      Um abraço!

  • Leandro Tagli

    Mais uma excelente análise! Meus parabéns!! Foi lendo essa análise que
    me animei a encomendar um HD681 na semana passada, mas ainda não
    chegou!! Estou bastante ansioso!!
    Já tenho um Sony XB920, uma usina de graves, e estou no aguardo do Superlux!

    Aqui vem uma dúvida: hoje consegui boletar um JBL Synchros S500 por R$ 288. O “problema” é
    que é uma edição especial “Brasil”, verde e amarela, muito chamativa. Na
    Amazon ele custa U$ 250 a versão em preto e U$ 179 essa versão verde e
    amarela. Pensei em usar somente em casa.

    Achei poucos comentários sobre ele, então aproveito para perguntar: vale
    a pena comprar o JBL Synchros S500 (verde e amarelo) por R$ 288? Teria
    muito a ganhar em relação aos fortes graves do XB920 e o super elogiado
    HD681??

    Abraço e parabéns pelo site!!

    • Olá, Leandro!

      Tenho certeza de que vc vai gostar do Superlux, e espero que o JBL também te agrade. Acho que os dois vão te dar um bom upgrade em relação ao Sony.

      Um abraço!

  • Fernando Alves

    Boa tarde! Conheci sua page recentemente e ja super indico aos meus amigos.
    Estou em duvida entre o HD681, Sennheiser 419, 429 e 439, hoje em dia ja nao escuto tanto Rock/blues/jazz, mas ainda sim escuto(ouço normalmente musicas eletrônicas), qual desses você me recomendaria? Obrigado.

    • Olá Fernando, peço desculpas pela demora! Infelizmente nunca ouvi nenhum desses Sennheisers, mas imagino que sejam parecidos com o HD449. Acho que eles talvez sejam melhores pra rock e blues, enquanto o Superlux é interessante para música eletrônica e jazz. Um abraço!

  • Olá amigo espero que leia, pois preciso muito da ajuda de você ou alguém, estou precisando urgente de um Fone estou procurando faz tempo e encontrei o tal Superlux hd 681, de cara vi o preço no ml 100 R$ e é a faixa de preço que posso pagar em um fone (100 – 150 R$), mas o que procuro e preciso é de um fone que venha me dar a melhor referencia sonora ou seja que não tenha mt frequencia mascarada assim como fones da mutilaser e gamers etc que tem superbass etcetc.. eu preciso de um fone que seja o mais perto de um Flat que tenha menos mascaramento possivel, que mostre a musica como realmente foi feita no estudio, pois preciso usar para fazer mixagem de musica eletrônica sou produtor de musica eletrônica não tenho dinheiro pra comprar monitores de referencia que é o recomendado (pois são muitooo caros), então quero um fone bom e barato pra quebrar um galho queria saber se esses vão poder me atender (pois estou usando um monster beats generico da multilaser (Multilaser Headphone Monster PH074, e uns fonezinho de celular) que é péssimo pra mim pois ele tem um aumento na equalização um superbass que mascara totalmente todas frequencias quando vou produzir uma musica ouvindo no fone tá de um jeito quando vou ouvir a musica em outros lugares fica totalmente diferente.

    • Will, infelizmente equipamentos de referência são caros, não tem jeito. Vc não vai conseguir um fone perfeitamente neutro nessa faixa de preço… Não acho que o Superlux se enquadre nas suas necessidades porque, como disse no artigo, ele não é exatamente um fone equilibrado.

      Até R$150, talvez vc possa dar uma olhada no Sennheiser HD 202 II.

      Um abraço!

      • obg vc acha esse senheiser um pouco mais equilibrado e melhor ?

        • Sim Will, caso contrário, eu não o teria recomendado. Acho que é um pouco mais próximo do equilíbrio, mas não exatamente melhor que o HD681.

          • mt obrigado e parabens pelo seu site tem muita info… (ah só um atento tente arrumar o botão de buscar pq pelo menos aqui eu não consegui usar)

          • Bored Bag

            Fala meus amigos, aproveitando o gancho, tenho o mesmo problema que você. Estou juntando a grana para um par de Monitor Krk Rp6 e uma placa M-audio M track para minhas produções de música eletrônica. Mas enquanto não tenho toda a grana, pretendo comprar um fone, e ja tinha lido sobre o Senheiser HD202. Você chegou a compra-lo? Se comprou, poderia me dizer o que achou? Obrigado!

          • ainda não comprei mas tô pensando se vou compra-lo ou comprar o superlux… (eu acho o senheiser hd 202 meio feio e fragil demais com aqueles cabos fininhos) mas vou ver.

          • Bored Bag

            Valeu man! Vou ler mais um pouco e pelo excelente artigo, ele diz que, o Superlux KD 681 se sai bem para música eletrônica. Minha praia é Drum n Bass, vamos ver no que dá… Ah tentei acessar seu soundcloud e deu usuário não encontrado. Deletou? Valeu, abraço!!

          • podscrer, não deletei não é que ainda tá em construção ta sem nome hauha, eu to em duvida se pego o superlux ou o senheiser hauhau preciso de um fone pra produzir.

            https://soundcloud.com/unnaamed

          • Robson, só observe que toda a minha avaliação é feita do ponto de vista de um ouvinte. Ou seja, quando digo que o Superlux é bom para música eletrônica, é para ouvir, e não para produzir! Para esse fim, não acho que ele seja uma opção tão boa visto que possui um equilíbrio tonal consideravelmente alterado, ainda que de forma prazerosa.

          • Robson Lacerda

            Então cara, eu acabei optando pelo Superlux. Vi que tem um monte de produtores que o utilizam para mixagem e masterização e dizem que quebra um bom galho. Mas valeu, e parabéns pelo excelente artigo. Quando o fone chegar, volto aqui e digo o que achei… Abraço!

          • Entendi, Robson! Acho um pouco estranho, porque o fone não é nada equilibrado, mas espero que dê certo.

            Um abraço!

          • Robson Lacerda

            Cara, o fone chegou e estou curtindo. Acho que você o descreveu muito bem. Gostei bastante do grave e realmente peca a(mas nada muito sério) no agudo. Paguei R$150 e valeu cada centavo!

          • Que bom que gostou então, Robson! Um abraço!

          • Will, vc quer um fone bom para produzir música ou um fone bonito? 🙂

  • Narutovski

    já faz quase 1 mês que peguei o meu hd 681 e ainda machuca muito a orelha, até estranhei porque não tinha lido nenhuma review que falava sobre esse desconforto , ou não sei , ás vezes é só comigo. no momento estou usando ele por cima de uma toca cobrindo a orelha , e mesmo assim da pra usar por pouco tempo. como preciso dele pra ver aulas gravadas da faculdade ( que tem me torno de 2 – 3 horas) fica inviável, não dá pra usá lo nem por mais de 20 minutos. Alguma dica ? lembrando que a troca de espumas também é praticamente impossivel já que elas custam 150 reais o par ( mais caras que o fone kkk)

    • Olá Narutovski,

      Conforto é algo muito pessoal, e infelizmente parece que o Superlux acabou não sendo muito adequado para vc nesse quesito. Como exatamente ele incomoda? Em que pontos?

      Um abraço!

  • João Victor

    Olá, estou pensando em comprar um headphone novo e estou em dúvida entre o Superlux hd681 e o Sennheiser HD202, eu vou usar o fone para assistir filmes e ouvir músicas de todos os gêneros(principalmente power metal e música clássica). O isolamento não é algo muito importante para mim(se conseguir isolar o cooler do meu pc já esta ótimo). Eu gosto bastante de ouvir os graves(nada muito exagerado).No geral, qual dos dois você considera melhor para mim?

    • Olá João,

      Tendo em vista seus requisitos, indicaria o Sennheiser.

      Um abraço!

  • HaftBR

    Olá, Leonardo!

    Andei dando uma pesquisada neste fone e quase acabei comprando, porém, devido várias pesquisadas atrás de fones baratos (até R$ 150,00), acabei encontrando outras duas opções, uma delas achei por aqui, em seu site.

    Meu foco é usar o fone apenas para PC.

    As músicas são variadas: Algumas bandas de Metal, Death Metal, Black Metal, hip-hop (sim, HAHA, bem contraditório, mas…) e rap.

    Minha obsessão é por graves, então qual você me recomendaria de acordo com estas descrições:

    -> SUPERLUX HD681;
    -> AKG K414P;
    -> SENNHEISER HD202 II?

    Fiquei na dúvida entre os três, pois li muita coisa boa sobre os mesmos e estão praticamente no mesmo patamar de preço e qualidades similares.

    Obrigado e grande abraço!

    • Olá HaftBR,

      Acho que optaria pelo Sennheiser nesse caso, porque o pico nos agudos do Superlux pode incomodar com metal.

      Um abraço!

  • Bruno B. Silva

    Olá, boa tarde.
    Eu sei que já devem ter enchido o saco diversas vezes com esse tipo de pergunta, mas infelizmente é uma dúvida que, ao menos para mim e já a um bom tempo, continua sem um esclarecimento definitivo.
    Em relação a esse fone em especial (HD681), ou a qualquer um que compartilhe das mesmas características, – que não sejam as mesmas, mas parecidas – você me aconselharia o uso de algum modelo DAC/Amp para utilizar com esse fone? Eu sempre tive como meta investir em alguma placa de som um mínimo decente, mas em algum lugar do site, dentre as discussões, você disse que um investimento mais inteligente seria a compra de um DAC.
    Bom, até onde sei, a maioria dos DACs que conheço possuem um preço relativamente alto em relação ao preço cobrado por este fone em questão. Eu não quero arriscar comprando um fone bom – ao menos dentro de suas limitações – e utilizá-lo em minha placa-mãe, na saída onboard, ouvindo barulho ao invés de música e achar que a vida é aquilo mesmo. Eu gostaria que, mesmo com um investimento baixo em comparação a equipamentos de ponta, eu pudesse ter uma experiência realmente satisfatória, tirando o máximo proveito, tanto do fone, quanto da música em si.
    Desde já, obrigado pela atenção e parabéns pelo site, é excepcional.

    • Olá Bruno, obrigado!

      De fato, vc não vai conseguir nenhum DAC/amplificador por um preço condizente ao do Superlux. Mas vc pode considerar tanto o HiFiMAN HM-101 quanto o HiFimeDIY Sabre USB DAC. São opções interessantes, ainda caras perto do Superlux mas não consigo pensar em nada mais barato que isso.

      Mas eu só consideraria algo do tipo se vc tiver uma saída de fones realmente ruim no computador ou se tiver uma perspectiva futura de upgrade. Caso contrário, não acho que seria um investimento justificável.

      Um abraço!

      • Bruno B. Silva

        Poxa, obrigado pela resposta.
        Uma coisa que eu também reparei é na dificuldade em se encontrar equipamentos do tipo (DACs, Amps e afins) aqui no Brasil, e mesmo quando os encontra, em sites como o ML por exemplo, possuem preços relativamente altos e muitas vezes, o negócio nem é tão confiável assim.
        Você aconselharia realizar uma compra através de importação, de sites estrangeiros (se possível, cite alguns exemplos), ou comprar de segunda mão por aqui mesmo de alguém que o tenho seria o ideal?
        Caso contrário, terei que utilizá-lo diretamente no meu computador, mesmo sabendo que estou perdendo boa parte da qualidade.

        • Vc pode ficar de olho nos Classificados do nosso fórum, do HTForum e no grupo de Facebook Compra e Venda de Fones de Ouvido e Acessórios High-End. São locais onde aparecem coisas legais por preços justos.

          Também dá pra comprar coisas usadas nos Classificados do Head-fi e novas em sites variados. Um exemplo é o MP4Nation e o AccessoryJack.

          Um abraço!

  • Carlos Eduardo Donadio Moreira

    Olá, sei que não o lugar certo, eu postei no forum mas como gostaria de comprar logo gostaria de ler a opinião de alguém que entende de fones pra tentar me decidir, se puder me ajudar agradeço muito, se não puder lhe agradeço também, sei que não tem a obrigação..

    Olá, sou novo aqui, estava procurando um tópico mais certo para postar, mas conforme vou usando vou aprendendo, tenho algumas dúvidas não só qual fone adquirir mas algumas especifições.

    O Fidelio M1 realmente vale o preço R$640 no submarino.

    Eu pesquisei esses fones de entrada:

    Philips SHL5905 Uptown R$200
    Philips SHL5605BK Downtown R$ 150
    Edifier H840 – R$ 170 (Gostei desse pelo fato de ter o cabo removivel)
    AKG K518LE – R$ 240
    Superflux HD681 R$ 230
    Sennheiser HD 202-II (O que me deixa na dúvida é o cabo ser comprido e ter o negócio pra enrolar o cabe bem grande, perde um pouco da portabilidade)

    Eu vou usar basicamente no computador, no play, muito mais para ouvir música claro, rock, heavy metal.

    Se o Fidelio realmente for bom eu estou inclinado a gastar mais do que esses de entrada que pesquisei.

    Uma dúvida, porque alguns desses fones na descrição diz stereo e outros diz que não são stereo, é só marketing?

    • Carlos,

      “O Fidelio M1 realmente vale o preço R$640 no submarino.”

      Não entendi, isso foi uma afirmação mesmo ou uma pergunta?

      De toda forma, não tenho tanto como ajudar porque nunca ouvi o M1… mas pelo que sei é um fone interessante, e acho que se vc decidir investir essa grana a mais terá um retorno legal.

      Sobre ser estéreo: todo fone atual é estéreo. Isso significa ter dois canais, um esquerdo e um direito, só isso.

      Agora, uma coisa, na sua lista vc falou Edifier H840 e que gostou por ter cabo removível, mas quem tem é o H850! De qualquer forma, eu consideraria o H840, porque mesmo sendo mais simples (principalmente fisicamente), me agradou mais em minha curta audição.

      Um abraço!

      • Carlos Eduardo Donadio Moreira

        Muito obrigado me ajudou muito, sim eu perguntei a respeito do Fidélio esqueci de colocar a exclamação eheh. Acho que vou de Fidélio, depois dou meu depoimento no forum a respeito do fone.

        • Franciel

          Se você colocasse exclamação ainda não caracterizaria uma pergunta hauhauahuahuahua

          • Carlos Eduardo Donadio Moreira

            Eu digitei exclamação né ahahhahaah não tinha me dado conta, leia interrogação ahahha

  • Franciel

    Leo, adquiri o Superlux e nele tem inscrito na lateral e na “embalagem” “2×32 ohms/ 32 ohm x2” o que isso quer dizer? Não parece ter 64 de impedância este fone.

    • Franciel, quer dizer que cada canal tem 32 ohms. Não sei o motivo dessa indicação, já que não conheço nenhum fone com um lado diferente do outro, mas é isso que a Superlux quer dizer. Abraço!

      • Franciel

        Hmm… então quando é dito que um fone tem, por exemplo, 50 ohms de impedância, se deve 50 a cada lado, que totalizam 100?
        Interessante, não sabia que era assim, pensei que fosse considerado o total.
        Porém se todo fone for assim, esse dizer da Superlux é mesmo desnecessário hauhauauha

        • Não, Franciel! A impedância nesses casos é determinada por canal, não há nenhuma somatória.

          Todos os fones possuem uma impedância X, que é por canal, ou seja, cada alto-falante possui X ohms, mas como eles não se misturam – nem no amplificador –, há apenas esse valor, e ele não é somado em nenhum caso!

          • Franciel

            Entendi perfeitamente agora. Valeu!

  • lucas

    Leonardo, descobri seu site há pouco tempo, e tem mais ou menos um ano que estou a procura de um fone (headphone, pra ser mais exato), nesta faixa de preço (até 150 reais, já que ainda dependo do meu pai). Procuro um fone de graves fortes, mas “ao fundo” (não sei como explicar, e não sei a expressão certa, mas espero que possa me entender). Será meu primeiro fone que não quebra em um mês (ou seja, de marca de qualidade), consegue me ajudar? Obrigado!

  • Marcel Wylde

    Bom dia Leonardo, parabéns pelo blogue. Li recentemente seu guia de headphones, achei sensacional, acredito que se trata de uma literatura inédita em língua portuguesa. Gostaria de uma sugestão, atualmente busco um headphone para ser usado em um programa de treinamento auditivo que encontrei a venda na Internete. Dois modelos despertaram meu interesse: Superlux hd681 e o akg k44. Algum deles teria uma resposta mais adequada para a aplicação?

    • Olá Marcel, obrigado!

      Na realidade, acho que nesse caso vc precisaria de algo mais neutro, como o Edifier H840, que seria minha indicação.

      Um abraço!

  • Alisson Felipe Bieszczad

    Olá Leonardo, boa tarde!

    Primeiramente, parabéns pelo blog, você provavelmente deve ajudar, diretamente e indiretamente, milhares de pessoas a escolherem bons fones de ouvido 😀

    Pois bem, gostaria de uma opinião sua sobre um bom fone de ouvido fechado que custe até 550 reais ou 150 – 170 dólares, pois minha irmã está nos EUA e vai trazer pra mim. Seria pra uso no pc mesmo, ouvindo diversos gêneros musicais, mas com foco em música eletrônica (a grande maioria com vocal), surf music, indie e rock. Tenho preferência por graves mais acentuados, mas os agudos do vocal também são importantes. Também jogo FPS as vezes, então precisaria ter um palco sonoro suficiente para que seja perceptível a localização dos passos.

    Alguns modelos que já dei uma olhada e me interessaram são o Skullcandy Aviator, Superlux HD681 normal ou EVO, Sennheiser HD 215 ou outro da linha que seja pertinente. Na verdade estou aberto à qualquer sugestão de modelo e marca, desde que não extrapole muito o quanto quero gastar. Sei que as marcas Sony, Koss e AKG são muito boas também, então fique à vontade para citar algum modelo dessas marcas.

    Fico no aguardo, agradeço desde já a atenção!

    • Olá Alisson, obrigado!

      Vá no Audio-Technica M50X e não olhe para trás 🙂

      Um abraço!

  • PARKERsp

    Como minha preferência é por música eletrônica estou seriamente inclinado a comprar esse HD681…o que pode falar sobre os vocais?…eles ficam nítidos ou abafados nesse headphone?…

    • PARKERsp, falo algumas coisas sobre isso na avaliação 🙂

      “Os médios talvez sejam a parte mais complicada do Superlux, porque eles são notavelmente recuados, mas de alguma forma, é uma apresentação que me soa condizente com o todo. Quando o comparo imediatamente a qualquer um dos meus fones, exceto talvez o HD800, é evidente que o HD681 possui pouca presença nessa região. Por isso, em alguns gêneros acho que vozes, guitarras e outros gêneros que dependam de desenvoltura nos médios poderiam ter mais presença.”

      • PARKERsp

        Obrigado pela resposta Leonardo…realmente é uma saga comprar um headphone com orçamento restrito…pelo que entendi a desenvoltura do HD681 é muito boa para uma música totalmente eletrônica mas fica devendo algo em um vocal trance, por exemplo…

        • Sim, acho que os vocais acabam ficando um pouquinho distantes, o que não é bem o ideal. Mas não deixa de ser um ótimo fone.

          Um abraço!

  • Juca Lopes

    Entre o akg -k511 e o superlux hd681, qual vc recomendaria?

  • Adriano

    Muito legal o review, amigo vi em sites de review russo e em outros, sobre o earbud da venture electronics o VE MONK de apenas 5 dolares + frete, todos falam muito bem dele, você conhece ? Agradeço.

  • Bruno Almeida

    Olá, estou querendo trocar meu fone de ouvido e estou em duvida nesse superlux e no sennheiser hd419. O uso seria mais para musica no estilo rock. Qual voce me indicaria? ou até outro fone até uns 300 reais. obrigado!

    • Olá Bruno,

      Para rock, eu iria no Sennheiser HD 202 II – ou, se vc precisar de mais portabilidade, no AKG Y50.

      Um abraço!

  • Jurandir Matoso

    Leonardo, você está de parabéns! Sempre recorro ao mind the headphone quando estou com dúvidas. Você consegue traduzir perfeitamente os jargões técnicos (e por vezes chatos) do mundo “audiophile” para nossa língua, o que torna a leitura dos seus reviews muito gostosas de ler. Sobre o HD681, retirei as almofadas que serviam de “dumper’ e senti uma pequena melhora nos médios. Corroborando o que você disse, também tenho um ath-m50 aposentado depois que conheci o hd681. kkk

    • Olá Jurandir, muito obrigado! 🙂

      Pois é, o Supberlux acabou virando meu fone de escolha pra música eletrônica!

      Um abraço!

  • Giovanni Fiori

    Leonardo, estou em dúvida entre o Superlux HD 681 e o Sennheiser HD 419. Ouço músicas de estilo rap e eletrônica, qual seria o recomendado pra essa situação?

  • Julyan Gonzaga Teixeira

    Entre o Superlux HD681 e o Arcano SHP80. Qual é o fone mais completo no geral? E qual o melhor para jogos de FPS? Alguma recomendação de fone até 500 reais bons para FPS? Valeu!

    • Olá Julyan, infelizmente nesse caso não tenho como opinar porque nunca ouvi o Arcano e não jogo FPS, então não é minha perspectiva.

      Um abraço!

    • Anderson Pagani

      Qualquer um deles é ótimo e bem recomendado pra FPS, o problema é achar arcanos a venda no Brasil. Tem mais não :'(

  • Conrado Frezza

    Prezado, parabéns pelas ótimas análises!

    Meu objetivo é games, quero um fone com boa qualidade de áudio sem gastar muito. Atualmente tenho um Turtle Beach dxl1 e achei que ele peca muito nos graves, que são importantes para games, por isso quero trocá-lo (mantendo o processador SSD2, que simula efeito surround, para usar com o fone novo). Estou em dúvida entre o SENNHEISER RS120 (sem fio), o SENNHEISER HD202 II e este SUPERLUX HD681. Um detalhe importante é que consigo comprar o SENNHEISER RS120 por um valor abaixo do mercado: achei em uma promoção por R$ 275. Qual vale mais a pena para o meu caso? Qual tem mais qualidade para games? Teria um outro modelo ainda mais adequado para o meu caso? Muito obrigado!

    • Olá Conrado, obrigado!

      Olha, eu não jogo, e por isso não tenho essa perspectiva. Mas o Superlux costuma ser um fone bastante indicado pra esse propósito, e por isso seria minha indicação.

      Um abraço!

    • Anderson Pagani

      Chê, não sei se já comprou, mas como o objetivo são games, é mais recomendado um fone aberto ou semi-aberto do que um fechado. Procura no face pelo grupo Periféricos High-End que a galera de lá manja bastante de fones pra jogo e me convenceram a trocar meu Sennheiser HD202 II pelo Superlux HD668b.

      O importante e acima de tudo é fugir daqueles fones que tem “gamer” no nome, geralmente são lixos com graves muito acentuados.

      • Conrado Frezza

        Obrigado pelas dicas. Mas cara, afinal, como é desempenho do Superlux HD668b pra games? Muito bom? Acabei comprando o Tritton AX PRO pelo fato de ser 5.1 canais… O efeito surround agrega bastante aos games. Achei a qualidade do audio satisfatória, mas não lá essas coisas… De qualquer modo, acredito que não valha a pena trocar um 5.1 real por um fone de qualidade superior que seja apenas estéreo. O que vc acha?

        • Anderson Pagani

          Cara eu nunca usei um fone 5.1 ou 7.1, mas antes de me enveredar pelos caminhos tortuosos de bons fones pra games eu li bastante e o consenso geral entre entusiastas é de que os fones gamers, mesmo os 7.1, não são tão bons para games quanto um fone audiófilo aberto.

          Nesse grupo do face https://www.facebook.com/groups/perifericoshe e no fórum da Adrenaline a galera discute bastante sobre fones para jogos e o que aprendi lá é que, principalmente FPS, a principal característica que um fone deve ter é a de proporcionar um bom palco sonoro, isso seria a capacidade do fone de emular um ambiente real com sons mais distantes ou próximos do jogador. Isso faz com que no game tu saiba a que distância está o inimigo e em qual direção. Isso a gente consegue com fones abertos e semi abertos. Fones fechados, independente de serem 7.1 ou não, são piores pra emular isso pois o fato de serem fechados faz com que o áudio bata nas paredes dos fones e fique mais confuso, mesmo 7 drives de áudio colados no teu ouvido não funcionam tão bem quanto um drive apenas, mas bom, e sem paredes internas no fone pro som ecoar, por isso é bom usar um fone aberto. É de consenso entre a galera que joga sério que pegar um bom fone de audiófilos é muito melhor pra jogar do que um fone gamer, independente de quantos drives de audio ele tenha. Aliás, tudo o que tem a palavra Gamer hoje em dia é de qualidade duvidosa e/ou super faturado como os fones gamers da Audio Technica e Sennheiser que custam quase 2 mil no Brasil.

          Na China tu acha os fones Superlux por menos de 100 reais. É um valor pequeno e vale o teste pra comparar com o teu atual, se tu não curtir (o que acho difícil, penso que tu vai amar o fone), vende fácil anunciando nesse grupo que postei acima pois a galera lá joga sério e é apaixonada por esses fones baratos da Superlux.

  • Gerlando Prado

    HD681 evo ou HD668b? Qual o melhor? Gosto de ouvir musica eletrônica e jogar.

    • Olá Gerlando,

      Infelizmente nunca pude testar o HD668B, então não tenho como te ajudar! Mas o que posso dizer é que, pra esses usos, o HD681 é fenomenal.

      Um abraço!

  • Adriano

    Olá Leonardo, em primeiro lugar parabéns pelos seus reviews e pelo site, gostei bastante do superlux e estou pensando em adquirir um, porém, gostaria de saber se para DJ ele irá atender bem as necessidades ? Vou plugar o hd681 numa controladora pioneer. Agradeço e sempre acompanho o site ?

    • Olá Adriano, obrigado!

      Acho que pode ser interessante sim, mas tenha em mente que não é um fone particularmente robusto. E tenha cuidado com o volume, porque ele possui agudos bem pronunciados.

      Um abraço!

      • Adriano

        Ok, muito obrigado ?✌️

  • Fernando Jastre

    Bom dia, parabéns pelos reviews. Vi alguns comentários seus abaixo sobre o Edifier 840 e o Sennheiser 202. Qual você recomenda mais pra rock? Atualmente tenho um simples sony zx300, e gostaria de dar uma pequena evoluída. E se vale a pena essa troca?

    • Obrigado, Fernando!

      Em seu caso, recomendaria o Sennheiser. Acho que vale sim a troca.

      Um abraço,
      Leonardo

  • Luiz

    Leonardo, por acaso você já teve a oportunidade de testar o HA3D, headamp portátil da Superlux?

  • para alguém que escuta principalmente blues, indie/folk, mpb, música erudita e um rock tipo pink floyd, será que esse fone é ok? hahha *e para ver filmes*
    estou procurando algum headphone de até 200 reais, mas nunca parei pra distinguir bem o que prefiro em um fone, porque os meus sempre foram do tipo intra, baratinho e que tem me dado dor no ouvido já…
    agora em 2017 vou ter aula de edição de áudio e vídeo, daí já queria aproveitar pra comprar um fone também com esse propósito, mas não é a maior prioridade.

    o Hd681 foi indicação de um amigo (R$165), e procurando esse na internet vi recomendações do Arcano Arc-shp80 (R$160) e Edifier H840 (R$190) também. o que você indicaria?

    • ah, e também o Arc-shp300, por R$ 185…

    • não sei se é mais apropriado usar o fórum (não tinha visto que ele existia), então vou perguntar por lá também…

    • Oi Fabíola,

      O Superlux é um fone excelente, mas se vc vai ter aula de edição, aconselharia algo um pouco menos colorido. O HD681 apresenta sub-graves bem fortes, além de um pico muito substancial nos agudos. O Edifier H840, em minha opinião, pode ser mais interessante.

      Um abraço!

      • boa noite! agradeço pela resposta 🙂
        e, se não for perguntar muito… considerando esses estilos musicais que citei e filmes, deixando de lado a questão das aulas, você aconselharia qual?

        • Eu continuo com o H840 se vc estiver buscando uma assinatura mais natural – mas se quiser algo mais divertido, o Superlux é mais interessante!

          • certo, valeu! 🙂
            acabei comprando o superlux na gearbest por 75 com o frete. bem barato, então se tudo der certo (se eu não precisar pagar impostos), até dá comprar o H840, principalmente pra outras ocasiões (ônibus e etc já que é menos chamativo), e pela curiosidade de testar hehe
            agradeço pela atenção e dicas!

          • Ah, que ótimo Fabíola! Boa sorte 🙂

          • voltando aqui… uma questão: como é o H840 em termos de durabilidade? vi algumas pessoas reclamando que ele descascou logo, mas não tenho como saber se as pessoas que foram descuidadas hhaha
            e os graves, apesar de equilibrados com os médios e agudos são bem encorpados?

            pretendo fechar a compra de um headphone pela internet o quanto antes. o superlux foi teoricamente extraviado pelos correios, vou receber o reembolso do valor e quero comprar um fone diferente desse por aqui, já que ainda existe a possibilidade de eu recebê-lo…

            na minha cidade as lojas de instrumentos musicais que vendem fones de ouvido não têm fones para teste (absurdo), então me sinto pisando no escuro sem saber qual eu iria preferir. tenho usado um do meu irmão desde que comentei aqui, um Sony MDR-ZX310AP que me agradou principalmente nos graves (fortes mas não exagerados) e até pensei em comprar um igual, mas quando fico muito tempo usando se torna um pouco desconfortável, principalmente por ficar esmagando as orelhas (é on ear).

            enfim, espero que possa me dar um norte…

          • comprei o H840, chegou hoje e estou testando 🙂
            vinha usando um do meu irmão desde que comentei aqui, um Sony MDR-ZX310AP que me agradou principalmente nos graves (fortes mas não exagerados) e até pensei em comprar um igual, mas era um pouco desconfortável depois de muito tempo de uso, principalmente por ficar esmagando as orelhas (ele é supra-aural).
            achei o H840 maravilhoso em termos de conforto; e, pelo que pude perceber até agora, os agudos são muito mais definidos que os desse Sony (muito melhor para músicas clássicas). mas os graves que são bem menos encorpados que o da Sony, infelizmente…

  • Maurice Cohen

    Leonardo, tudo bem? Estarei indo para miami mes que vem e estou com uma duvida cruel, e seu conhecimento invejável pode me ajudar e muito… mas nao quero abusar da sua boa vontade.

    Estou afim de um fone aberto ou semi, Ja tenho um HD681 que comprei depois do seu review e realmente ele é incrivel principalmente pelo valor dele.

    Vou comprar lá e estou em duvidas entre: (pretendo comprar entre 2 e 4 fones e meu orcamento sera 300,00 dolares)

    Grado que custam Sr60e US$79,90 … Sr80e pra US$99,90 ou Sr125e 149,90….

    K240 MKII por 80,00

    Sennheiser HD598 US$150,00 HD558 99,90

    Beyerdynamic DT 880 Premium 32ohms por 175,00

    Sei que é uma pergunta difícil… mais se vc estivese com 300,00 dolares pra isso, quais vc compraria?

    O HD598 é tao bom que compensa pagar o dobro de um Grado ou um AKG?
    O Sony MDR1 vale os 299,90 que custa? (seria so ele porque usa os 300.. vale?)

    Indicaria algum outro que nao citei?

    Muito obrigado desde já.

    • Olá, Maurice!

      Quais estilos musicais vc ouve?

      Um abraço!

      • Maurice Cohen

        Sou bem ecletico,,, desde musica classica.. rock… MPB… Nao curto muito musica eletronica ou hiphop… Curto um som mais espacial.. um palco sonoro mais amplo..

        • Maurice, se vc já tem o Shure, o M50 e o Superlux, acho que tanto um HD598 quanto um Grado (seja qual for) já vão fazer um bom contraponto ao que vc tem!

          Mas se vc quiser algo aberto MESMO, dá pra pensar no Audio-Technica AD700X.

          Veja, não é que ele vai ser bom pra tudo o que vc ouve. Mas com o seu conjunto de fones, vc já vai ter um pra cada estilo!

  • Voshchronos

    Belíssima análise!
    Esse fone é meu xodó. Melhor investimento que já fiz. Única coisa que ele peca é na falta do cabo removível (leia-se: trocável quando inevitavelmente estragar…), agudos muito altos, que requerem um EQ pra apaziguar, e a falta de umas almofadas melhores; essas de couro sintético te fazem suar depois de muito uso.
    Mas de resto eu o amo de paixão. Parece que eu não sabia o que era ouvir música pra valer antes de usá-lo. Como entrada ao mundo audiófilo, não há melhor.

    • Obrigado, Voshchronos!

      Pois é! É um fone que veio e, incrivelmente, ficou. Não uso tanto, mas pelo que custa, é uma grande barganha!

      Abraço!

  • Nicolas

    Amigao, para ps4, fps, indicaria esse fone ou os famosos gamers(hyperx, turtlebeach…)?

    Valeu!!!

    • Oi Nicolas,

      Certamente o Superlux. Fones gamers, em geral, não são bons!

      Um abraço!

  • João Marcos

    Boa tarde.

    Eu sou leigo em matéria de especificações de headphones, mas tenho paixão por música e quero comprar um quase que exclusivamente para ouvir bossa nova, jazz, blues, música clássica e um pouco de rock (sou bem eclético) e ver séries. Eu gostei desse fone, mas achei ele muito grande e pouco discreto (o que seria talvez a única exigência minha além da qualidade de som). Pesquisei alguns modelos citados nos comentários, e muitos deles já não estão mais disponíveis. Qual seria o melhor fone pra o meu uso de até 150 reais?

    • Olá João,

      Mas vc busca um fone pra uso portátil então? Se possível, eu esticaria ligeiramente o seu orçamento (aprox. R$175) e pegaria um Edifier H840.

      Um abraço!

      • João Marcos

        Olá, gostei da sua recomendação!

        Mas não achei muitos comentários sobre o som. Entre esse, o Sony p2 e o AKG 414p, qual seria melhor? Ouvi dizerem que o Superlux é divertido, enquanto o H840 é flat. Qual ficaria melhor com acústico? Se você testou o H840, poderia me dizer se o seu isolamento e conforto é melhor do que o Superlux? Eu gosto muito do som com aquela sensação 3D (seria isso o palco sonoro?), que permite distinguir todos os instrumentos, sem distorções ou exagero de graves.

        Eu não soube descrever bem os termos, mas espero não ter soado confuso. Agradeço muito pela atenção.

        Um abraço!

        • João, entre ele, o Sony e o AKG 414p, para o que vc busca, ele é melhor. Afinal, se não fosse, não é o que teria recomendado 😉

          Se vc busca um fone portátil que não seja grande, não há o que pensar. O Superlux não vai te atender. Em termos sonoros ele é excelente, mas o Edifier também se encaixa muito bem no que vc ouve. E ganha em conforto e neutralidade. Quando faço recomendações, minha resposta é curta mas levo todos esses aspectos em consideração.

          Onde ele perde mesmo pro Superlux é no palco sonoro (que não tem a ver com distorções ou exagero nos graves, e é somente o quão grande ou bem “recortado” é o “espaço” apresentado pelo fone). Mas aí é uma questão de prioridades. Se o que vc quer MESMO é palco e está disposto a abandonar seu requisito inicial de portabilidade, o Superlux pode ser legal. Senão, vai no Edifier mesmo, como indiquei anteriormente. É o que melhor cumpre seus requisitos.

  • Dante

    Boa tarde Leonardo. Cara, gostaria de saber se o ATH A700x me atenderia bem. Busco um Headphone que me proporcione boa experiência com música eletrônica, pop, além de poder utilizar pra assistir séries em geral. Meu fone de entrada foi o Skullcandy Aviator Roc Nation (muito bom por sinal), mas gostaria de dar um passo adiante nessa vida de audiófilo 😉

    • Olha Dante, se vc teve e gostou do Aviator, não recomendaria o A700X não! É um fone mais correto, então pode ser visto como sem graça, entende? Por mais que seja mais quente e agradável que o AD700X, seu irmão aberto, ainda é um fone que não chega perto da energia do Aviator.

      Se vc quiser se manter nessa mesma linha mas quiser um upgrade, acho que vale considerar um HD 25 ou um M50X!

      Abraços!

      • Dante

        Vou levar em consideração o M50X, mas e quanto aos fones abertos, você teria alguma indicação de um bom fone de entrada aberto (leve em conta que eu utilizei apenas fechados)? Porque eu gostaria de ter uma experiência com um bom fone do tipo, antes de pensar em adquirir um Sennheiser hd 598 ou ATH AD700x.

        • Dante, pra música eletrônica e pop eu acho que os fechados costumam ser mais interessantes… mas se vc quiser testar um aberto (semi aberto na verdade), eu pegaria o Superlux mesmo.

    • Rafael Goulart Deejay

      Não, pra música em geral não

  • Maezono

    Eu sou um amante de música que sempre as escutou em aparelhos compatíveis com a minha condição financeira. Dito isso, esse fone é a melhor coisa que meus humildes ouvidos já tiveram a oportunidade de escutar

  • Nei Seo

    Leonardo, tudo bem?

    Acabei de comprar um destes e vai levar alguns dias ainda pra chegar. Estou há dias buscando por um Fone ‘ideal’ na minha condição, é claro, e este Superlux HD681, por todos os comentários que li, me parece o ideal. Eu irei usar ele exclusivamente em meu PC com placa on-board (Philco DTC-P886W8) e o driver de som é da VIA HD. Você acha necessário comprar uma placa off-board neste caso?

    Muito obrigado!!

    • Olá, Nei!

      Acho que pode não ser necessário. Dá uma testada antes e vê o que acha. Se achar que está baixo, aí sim vc pensa nisso!

      Abraço!

  • Marcelo Aguiar

    Acabei de receber meu HD681 e estou tão boquiaberto quanto o articulista! Adquiri-o por meros R$ 75 no Gearbest e prontamente o coloquei para uma competição com meu atual Philips Fidelio L2, o qual considerava até então o melhor fone que havia experimentado. Além do Fidelio, já tive um Sennheiser HD 598 e um Philips SHP2700 (veterano de guerra). Pois bem, e não é que estou gostando mais do Superlux?? Como é possível uma diferença tão grande no preço (o HD 598 não se acha por menos de R$ 1000) e este fone de baixíssimo custo se apresentar espetacularmente? Não sei qual a mágica, mas acabo de tirar meu chapéu para o fabricante. Experimentasse-o antes em outra ocasião, teria comprado mais um de reserva. Percebo que este fone, por outro lado, é para aqueles que preferem agudos (muitos agudos) de qualidade a médios e graves. Então depende do gosto pessoal de cada um também. Independente disso, creio que agradaria a maior parte das pessoas e considero-o, até o momento, o fone de melhor custo-benefício.

    • Jailton Araújo

      To pensando em pegar um pra jogar cs:go, e ouvir umas musicas eletronicas, meu pc não tem placa de som offboard, será q da pra empurrar ele de boa? tenho um fone vagabundo aqui q a qualidade é melhor pelo celular. acho que essa minha placa offboard é o problema.

      • Marcelo Aguiar

        @disqus_3ehg2D0JkL:disqus não sei dizer como fica em uma placa onboard, pois uso uma placa externa (Soundblaster X-Fi Surround 5.1 Pro), mas acredito que você se beneficiará melhor se adquirir uma, pois as placas onboard tendem a distorcer o som em volumes mais intensos. Independente disso, o fone é um bom upgrade.

      • É difícil dizer, Jailton… pode ser que fique bom, mas pode ser que fique baixo também.

    • Que bom, Marcelo! 🙂

    • Rafael Goulart Deejay

      Em relação ao soundstage, o supelux se aproxima?

      • Yan Assaf

        Fala, rafael; Não sei se sua pergunta foi respondida. Possuo os dois, hd 598 e o superlux hd681. A diferença entre os dois na minha opinião é branda, e sobre o palco sonoro, para jogar fps(cs:go no caso) eu tenho a impressão que com o superlux eu sei melhor de onde os sons vêm do que usando o hd598. Mas para ouvir músicas no geral, eu prefiro ouvir com o sennheiser.

        • Rafael Goulart Deejay

          Nesse meio tempo comprei o HD 681. Tive exatamente as mesmas impressões que vc

    • Rafael Goulart Deejay

      Em relação ao soundstage, o supelux se aproxima do 598? Já tive um 598 e tenho um L2, pensando em comprar um 598 ou um supelux (queor um fone bem arejado)

      • Marcelo Aguiar

        Oi, @rafaelgoulartdeejay:disqus! Cara, como há tempos vendi o 598, lembro-me pouco do seu áudio. No entanto, lembro-me que seu palco sonoro era, de fato, enorme. Baseado nisso, arrisco dizer que o soundstage do superlux não chega perto do 598.

  • Formiga Oliveira

    Ola! Leonardo,cara preciso Muito da sua ajuda,eu acabei de comprar o HD681 pra jogos de fps no ps4,adorei a qualidade de som dele,porem o som ficou muito muito baixo,achei ele um otimo fone,pois ouvir musicas no celular ele fica muito agradavel,mas nao estou conseguindo usa-lo para o que eu realmente comprei,do que eu preciso? um aplificador? o que vc me recomenda? vi em alguns forums americanos usuarios indicando para o ps4 o mix+amp do astro A40,isso aumentaria a potencia dele? estou perdido,novamente peço sua ajuda! desde ja obrigado.

    • Formiga, sim, vc precisaria de um amplificador… mas sinceramente, eu pegaria o mais básico e barato possível – tipo um FiiO K1.

      Um abraço!

  • Caio Cyrino

    sou bastante innesperiente em relação a fones, quero comprar um bom fone para musicas, jogos e filmes. pensei em comprar o superlux hd 681, mas disponho de r$ 300,00. consigo algo melhor do que ele neste valor?

  • Rafael Goulart Deejay

    Como é o soundstage dele em relação ao HD 598?

  • Rafael Nunes

    E ai Leonardo!! Tinha um SUPERLUX HD681 (devido a sua recomendação, obrigado) mas acabei quebrando, estou extremamente na duvida se compro outro igual ou um modelo diferente. Sou leigo em em matéria de som, porem este som claro que ele tem e nada abafado, me faz ter medo de comprar um fone mais caro e ser abafado e sem essa claridade sonora, qual você me recomendaria, escuto basicamente Rock, Blues, Sertanejo tudo no PC, não uso fones fora de casa. Espera que possa me ajudar nesta difícil escolha vlw!!!

    • Rafael, considero o HD681EVO melhor, porque é mais equilibrado. Pode ser uma boa pra vc!

      • Rafael Goulart Deejay

        Você achou o evo mais equilibrado?

        • Com certeza, Rafael! Só não ter aquele pico nos agudos já é muita coisa! Por mais que eu goste dele em muitos casos, não tenho como não vê-lo como objetivamente mais equilibrado.

          • Rafael Goulart Deejay

            Eh que eu já tive o Evo e não achei equilibrado assim, gostava muito dele mas prefiro o normal

          • Mas então Rafael, é que vc pode preferir uma assinatura mais colorida, mas isso não quer dizer que ela seja mais equilibrada. Para os meus ouvidos, particularmente, o HD681EVO não mostra o pico nos agudos do HD681, e não tem uma quantidade tão diferente de graves e médios (pelo menos, não na proporção da diferença dos agudos) – isso o torna, pra mim, mais equilibrado.

  • Thales Mânica

    Pra quem já tem um HD 598 na coleção seria uma aquisição interessante para a coleção?

    • Em minha opinião sim, Thales! O Superlux vai te dar uma sonoridade complementar que, pra muitos gêneros, pode ser mais interessante.

      • Rafael Goulart Deejay

        Então Leonardo, é que esqueci de comentar mas o o 681 é basicamente meu pra FPS e agora pra filmes depois do seu review, pensando como uso geral realmente faz todo sentido o que você falou

    • Rafael Goulart Deejay

      Já tive um HD 598 e na época um 681 evo, usava bastante os dois e hoje tenho um 681 “normal” e acho até melhor que o evo

      • Thales Mânica

        Ouvi dizer que os “EVOs” são inferiores, acredito que seja porque o design não é cópia dos AKGs.

        • Não acho que sejam inferiores não! São definitivamente mais equilibrados. Só que esse incremento nos agudos do HD681 comum pode ser justamente algo do agrado do Rafael.

    • Thales Mânica

      Obrigado pelas respostas. No fim, nesse mesmo dia, acabei encontrando por 65 reais na Gearbest. Por esse preço não poderia deixar de testar.
      Em tempo, parabéns pelas excelentes postagens Leonardo. Tenho acompanhado o canal no Youtube também, conteúdo de ótima qualidade.
      Abraços.

  • Thiago Cavalcante Simonato

    Fala ai man!
    Parabéns pelo site.
    Cara, tenho um Superlux HD662EVO, se nunca testou, te adiando que na minha opinião é um 681 fechado e com um pouco mais de grave. O que acontece é que não gostei do grave dele, achei pouco, acho que pode ser pelo fato de eu usar com o notebook sem amplificador, na onboard mesmo.
    Gosto de ouvir musicas com bass bem pronunciado e, dado que pretendo comprar um intra-auricular para usar na rua, gostaria de comprar um com graves mais fortes e, ai vem a pergunta, o Sennhaiser 300II que voce fez até review, tem realmente graves bem realçados? Ou se não gostei do 662 dificilmente um CX 300 vai me agradar?
    Valeu!

    • Tem graves mais fortes sim, Thiago! Pode ser que te agrade.

      Um abraço!

  • Reynald Leonardo

    Olá, estou pensando em comprar este fone na casa de até 150 reais, ele ainda vale a pena comparado a outros do mesmo preço? Há outros CxB comparáveis a ele? Meu gosto musical se resume a Lo-Fi, EDM em geral e Rap Music, ele servirá para esse tipo de estilo?(Pelo que parece pelo menos para EDM vai)

  • Rodrigo da Silva Soares

    Olá Leonardo.
    Estou em busca de um fone barato (abaixo dos R$ 200) para ouvir podcasts no caminho do trabalho (andando a pé na rua) e na academia.
    Quero um over-ear que abafe bem o ruído externo e que seja resistente (ou seja, que o cabo não seja frágil e que as almofadas não descasquem facilmente).
    Nesse sentido, o SUPERLUX HD681 é uma boa opção para mim? Ou tem outros melhores para indicar?
    Um abraço

    • Olá Rodrigo,

      Não. O HD681 é semi aberto, então não isola muito. Se vc não se incomodar em usar um fone imenso (como o HD681), há o HD662, que inclusive vem com cabo removível e dois tamanhos já na caixa. Se preferir algo mais compacto, há o Sennheiser HD 202-II.

      Um abraço!